Airbags Takata obrigam BMW a parar mais de 12 mil carros na Austrália

By on 12 Novembro, 2019

Foi a BMW Austrália quem lançou esta recolha, urgente, de mais de 12 mil unidades do BMW Série 3 E46, construídos entre novembro de 1997 e junho de 2000. Segundo essa nota, os proprietários desses modelos devem “parar imediatamente os veículos, contatar o concessionário e marcar uma inspeção.” 

A seriedade do assunto é verificada pelo documento PDF com 254 páginas onde estão os números de identificação dos mais de 12 mil veículos afetados. Tudo isto é devido aos já famosos airbag Takata, defeituosos, que colocam risco de vida ou ferimentos graves aos ocupantes dos veículos.

Os perigos dos airbag Takata já eram conhecidos há vários anos no Japão, Austrália e Estados Unidos, mas descobriram-se novos perigos e novos problemas com os airbags da marca japonesa. Os BMW foram afetados e em caso de acidente, o saco pode romper-se e não cumprir a sua função de proteção. Além disso, o dispositivo que infla o airbag pode explodir e lançar peças metálicas para dentro do habitáculo, podendo ferir ou matar os ocupantes. 

E as autoridades australianas estão a verificar dois incidentes, um deles fatal outro provocou ferimentos graves. Olhando a isso, a BMW pediu urgência para esta recolha e que os proprietários dos modelos afetados, parassem imediatamente os veículos. Os carros vão ser rebocados para os concessionários para serem reparados, a BMW irá reembolsar os custos com o aluguer de um carro ou o transporte de regresso a casa e depois para levantar o veículo, depois de reparado. A BMW não sabe quando conseguirá reparar todos os modelos, mas proverá alternativas de mobilidade. Desconhece-se se algum modelo europeu está afetado com estes problemas nos airbags da Takata.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)