Audi Skysphere – Nunca o futuro pareceu tão bem

By on 11 Agosto, 2021

A Audi lançou ontem o seu novo concept car, o skysphere, o primeiro de uma nova família, em versão roadster.

O skysphere concept é um descapotável elétrico de duas portas cujas linhas conduzem diretamente ao design Audi do futuro. Com ele, a marca ilustra a sua visão para o segmento de luxo, em que o interior se torna um espaço interativo e o veículo numa plataforma para experiências cativantes. Isto será possível graças a uma condução autónoma, a um redesenho revolucionário do interior, e a um ecossistema digital sem descontinuidades.

Num mundo em que olhamos cada vez mais para o futuro com incerteza, o skysphere dá-nos vontade de dar um salto até ao futuro para entender o que estas máquinas nos podem dar.

O conceito é arrojado, como tinha de ser, e pretende dar aos passageiros o máximo de liberdade, e para isso o conceito Audi skysphere foi concebido para duas experiências de condução diferentes: uma experiência  grand touring,  e uma experiência desportiva algo conseguido graças a um detalhe técnico espetacular – a distância entre eixos variável. Motores elétricos e um mecanismo sofisticado com componentes de carroçaria e estrutura que deslizam uns dentro dos outros tornam possível variar a própria distância entre eixos e o comprimento exterior do carro em 250mm. Ao mesmo tempo, a distância ao solo do veículo é ajustada em 10mm para aumentar o conforto e a dinâmica de condução.

Apenas com um toque num botão, o condutor pode tirar partido da sua liberdade e escolher a sua própria experiência de condução – ou pilotam eles próprios o seu e-roadster de 4,94 metros de comprimento no modo “Sport” com uma distância entre eixos reduzida, enquanto a direção ativa no eixo traseiro assegura que o veículo se mantém ágil apesar das suas dimensões. Ou podem optar por viajar num GT de 5,19m no modo autónomo “Grand Touring” enquanto desfrutam do céu e da paisagem, do espaço máximo para as pernas, e dos serviços oferecidos por um ecossistema digital perfeitamente integrado. Neste modo, o volante e os pedais movem-se para uma área invisível; a sensação de espaço no concept car abre possibilidades completamente novas para um descapotável tão desportivo. Entretanto, o Audi skysphere vigia automaticamente a estrada e o trânsito com o seu sistema de sensores e conduz os ocupantes em segurança até ao seu destino.

E como seria de esperar num carro em que a experiência de condução passa a ser uma opção, o interior foi concebido para dar aos ocupantes liberdade como nunca antes tiveram num carro. Mais que isso, o Audi skysphere recolhe os seus passageiros com informações sobre o seu destino e trata independentemente do estacionamento e de carregar as baterias.

Um motor eléctrico posicionado no eixo traseiro motorizado é responsável por fornecer energia às rodas. Um total de 465 kilowatts (623 cv) de potência e 750Nm de binário para um peso de 1.800kg. A distribuição de peso de cerca de 60% no eixo traseiro motorizado resulta em ampla tracção e aceleração de 0 a 100 km/h em apenas quatro segundos, se necessário.

Espera-se que a capacidade da bateria seja superior a 80 kWh, dando ao carro um alcance de mais de 500 quilómetros de acordo com a norma WLTP, pelo menos no modo económico GT.

Uma tecnologia de chassis Audi há muito estabelecida assegura que a suspensão proporciona o nível de versatilidade necessário – a última fase evolutiva da suspensão pneumática adaptável da Audi foi implementada no concept car e dispõe de três câmaras de ar independentes para proporcionar uma suspensão de base confortável. As câmaras individuais podem ser desativadas para um pisar mais desportivo com aceleração rápida. . Baixar o carro em 10 mm reduz o arrasto aerodinâmico – particularmente relevante quando se conduzem longas distâncias.

O Audi skysphere, Audi grandsphere, e, em 2022, Audi urbansphere são os três concept cars que a marca com os quatro anéis está a utilizar para mostrar a sua visão de luxo progressivo. No processo, a Audi está a criar uma experiência de veículo que vai muito além do propósito de simplesmente passar tempo num carro para ir do ponto A ao ponto B, e mesmo muito além da própria experiência de condução.

Claramente que o futuro não nos dará carros apenas focados na experiência de condução. A condução autónoma terá um papel cada vez mais importante na nossa vida, mas não deixa de ser tranquilizador ver a Audi a fazer um esforço para proporcionar ainda uma experiência de condução digna desse nome. O melhor de dois mundos? Talvez.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)