BMW “mata” Série 3 GT para reduzir custos

By on 18 Março, 2019

Os 7,8% de redução do lucro operacional registado em 2018 foi um duro revés para a administração de Harald Kruger, ainda por cima quase estamos numa era de fortíssimo investimento nos modelos elétricos e as taxas de câmbio não andam nada favoráveis.

Recordamos que os lucros da BMW, antes de juros e impostos, foram de 9.12 mil milhões de euros, uma quebra significativa face a 2017. “Esperamos fortes dificuldades para todo o setor durante 2019” disse num comunicado o diretor financeiro da BMW, Nicolas Peter, sustentando que olhando aos atuais desenvolvimentos, temos como intenção alargar e significativamente incrementar os esforços para reduzir custos.”

Uma das vítimas destes cortes é o BMW Série 3 GT que, apesar da boa procura (diz a BMW) não terá sucessor na nova geração do Série 3. E não será única a variante a ser descontinuada, prometendo a marca bávara reduzir a complexidade da sua gama, sem especificar como.

Estas medidas foram bem acolhidas pelos analistas, com Juergen Pieper, analista na Bamkhaus Metzler, a dizer que “os construtores automóveis não são supermercados, não têm uma razão válida para vender tudo e mais alguma coisa. Cortar modelos desnecessários é uma boa medida e ninguém vai ter saudades do GT.”

O BMW Group irá apresentar os resultados finais do exercício no dia 20 de março, incluindo a previsão para 2019 e 2020, esperando-se que a marca apresente uma redução dos lucros face a 2017.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)