Bosch revela “shuttle” autónomo no CES 2019

By on 14 Dezembro, 2018

A casa alemã de componentes vai revelar no Consumer Eletronics Show (CES) 2019, a realizar-se em Las Vegas entre 8 e 11 de janeiro, um “shuttle” autónomo.

Para a Bosch é um passo em frente na condução autónoma, sintetizado num veículo elétrico que, nas palavras da empresa alemã, “oferece um pacote único de ‘hardware’, ‘software’ e serviços de mobilidade para o futuro.”

Há muitos anos que a Bosch trabalha na tecnologia da condução autónoma e há pouco tempo anunciou uma parceria com a Daimler para a realização de táxis sem condutor que serão testados nos Estados Unidos, nas ruas de San José, na Califórnia. Este protótipo que a Bosch vai apresentar utiliza a mesma tecnologia e quer demonstrar que a casa alemã está e condições de assumir um papel de destaque na aplicação da condução autónoma nos próximos anos.

O modelo em causa foi descrito pela Bosch como “leve, arejado e minimalista com capacidade de viajar silenciosamente através de ambientes urbanos.” Parecendo uma cartola, o “shuttle “ da Bosch exibe sensores de 360 graus, baterias com gestão inteligente que permitem ao veículo monitorizar o nível de carga da bateria e decidir quando deve recarregar, sendo livre de escolher o posto que deseja para concluir o carregamento. Sensores a bordo determinam quando é que o veículo necessita de uma limpeza ou de uma atualização de software, fechando as portas e dirigindo-se a uma estação onde possam ser feitas as intervenções necessárias. O sistema será tão inteligente que determinará, até, quanto tempo durará a carga da bateria, analisando as condições meteorológicas e do tráfego existente nesse dia.

Mas há mais: as câmaras a bordo vão detetar se algum dos utilizadores se esqueceu de um pertence, alertando o utilizador através de um alerta enviado para o smartphone do utilizador. Ou seja, um “shuttle” com capacidade de saber quando deve ser limpo, recarregado, se alguém perdeu alguma coisa, enfim, um táxi perfeito.

Dizer que tudo neste “shuttle” é feito pela Bosch, desde o radar, aos sensores, vídeo, controlo de travagem, tudo é feito pela empresa alemã que, assim, quer deixar bem claro que tem capacidade para construir, de A a Z um veículo autónomo com propulsão elétrica, além de poder fornecer as infraestruturas necessárias.

Deixe um comentário

Please Login to comment