Chevrolet revela Corvette C8 Sting Ray Convertible com “hard top” dobrável

By on 3 Outubro, 2019

O primeiro Corvette de motor central descapotável em 66 anos de história do modelo, foi revelado, voltando a Chevrolet a remar contra a tradição.

Passaram-se dois meses desde que o Corvette de motor central foi apresentado, provocando reações múltiplas com uns a detestarem o carro, outros a lembrarem a herança chocados com a mudança do motor para o centro do carro, alguns a encolherem os ombros e a dizer que o Corvette passou a ser mais um e, finalmente, aqueles que adoram o carro.

Provavelmente, os executivos da Chevrolet andam contente da vida, pois em mais de um ano que não se fala de outra coisa. E escassos dois meses passados da revelação do primeiro Corvette com motor central traseiro, não quiseram deixar cair a bola, lançando o primeiro Corvette sem motor á frente descapotável.

E para eriçar mais ainda os pelos do conservadorismo dos guardiões da herança do Corvette, a Chevrolet deu ao C8 um pequeno tejadilho em duas peças rígidas que se dobram através de seis motores elétricos. Ou seja, o carro nem sequer tem uma verdadeira capota. Sistema que pode ser acionado até aos 48 km/h e abre ou fecha-se em meros 16 segundos.

O tejadilho bipartido é feito em material compósito, para que seja preservado o ruído interior, seja conferida maior segurança e, claro, um aspeto agradável e que o deixo o mais próximo possível do coupé. O tejadilho tem um vidro elétrico atrás que otimiza a circulação de ar. Com o spoiler traseiro do Z51 Performance Package, o carro tem o mesmo coeficiente de arrasto do coupé. A mecânica é idêntica á do coupé, sendo que o carro nos Estados Unidos da América vai custar 67,495 dólares.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)