Citroen 19_19 é um protótipo que antevê veículo autónomo de longa distância

By on 13 Maio, 2019

Esta é mais uma prenda pelo centenário que a Citroen está a celebrar, na forma de um protótipo espetacular que antevê um veículo autónomo para viagens de longa distância.

Este é um protótipo que revela a visão da centenária Citroen para o futuro da mobilidade entre cidades com o foco no conforto absoluto. Este 19_19 faz conjunto com o já lançado AMI:one, o modelo, igualmente autónomo, mas para as cidades. Ambos têm capacidade de condução autónoma de nível 5, ou seja, autonomia plena.

Segundo a marca francesa e o diretor de produto, Xavier Peugeot, o Citroen 19_19 “projeta o futuro com duas características chave da Citroen: design arrojado e conforto do seculo XXI”.

Na base está uma versão muito modificada do sistema de suspensão “Progressive Hydraulic Cushion” que hoje equipa o C5 Aircross. A forma de gota de água do modelo foi inspirada pelo mundo da aviação com a mecânica exposta e sensores “Lidar” que voltam a evocar os estabilizadores horizontais. Barras LED colocadas à frente e atrás, incorporam o logótipo da Citroen (o “double Chevron”) estendendo-se para fora para alberbgarem as câmaras que funcionam como espelhos. As portas traseiras suicidas possuem ecrãs LCD.

As jantes são gigantescas, com 30 polegadas, forradas com pneus Goodyear, com a empresa americana de Akron a ser parceira da Citroen no 19_19 no desenvolvimento destes pneus especiais. Cada pneu tem sensores embutidos que podem comunicar as condições da estrada ao veículo, quando conduzido em condução autónoma, com um componente inspirado na esponja natural, desenhado para ter mais tração em condições adversas, reduzindo o ruído vindo da estrada que chega ao interior do 19_19.

O Citroen 19_19, que será revelado no salão de tecnologia Vivatech, em Paris, no final desta semana, sendo lançado com o mote “”um verdadeiro salão sobre rodas”, com um interior pensado para que os utilizadores se sintam como numa extensão da sua casa. Os bancos da frente e da traseira são radicalmente diferentes. Aliás, os bancos dianteiros são diferentes: o do condutor é fino, mostra parte da estrutura e é esculpido quase como se fosse um banco de competição; o do passageiro parece uma “chaise longue”, imitando os bancos de primeira classe dos aviões comerciais. Os dois estão separados por uma consola central feita de material compósito. O banco tarseiro parece um sofá com um entrelaçado de elásticos que funcionam como encostos de cabeça e de acesso á bagageira.

O painel de instrumentos é separado em duas camadas com os elementos da condução exibidos num “head up display” , tudo o resto escondido, com o volante e os pedais a ser retráteis quando o 19_19 circular em modo de condução autónoma total.

O Citreoen 19_19 utiliza dois motores elétricos com 460 CV e 800 Nm, chegando dos 0-100 km/h em 5 segundos e uma velocidade máxima de 200 km/h. A bateria é de 100 kWh, oferecendo uma autonomia de 800 km, debaixo do protocolo WLTP. Carregador rápido instalado e tecnologia de carregamento por indução, permite que em 20 minutos haverá uma recuperação de 600 quilómetros de autonomia.

Leia, também, tudo sobre o Citroen AMI.One

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)

Deixe um comentário

Please Login to comment