EQC: o primeiro Mercedes elétrico acaba de ser revelado

By on 4 Setembro, 2018

Foi Dieter Zetsch, o presidente da Daimler quem teve a responsabilidade de revelar o Mundo o primeiro Mercedes totalmente elétrico, o EQC. O AUTO MAIS já lhe tinha revelado os detalhes sobre o novo modelo.

O presidente da Daimler não se cansou de falar sobre a sustentabilidade e do trabalho que foi feito para que o EQC fosse uma realidade. O modelo esteve em testes na Lapónia e foi submetido a tratos de polé com temperaturas de menos 35 graus, seguindo depois para o Sul de Espanha onde andou debaixo de temperaturas acima dos 40 graus centígrados.

O EQC terá o MBUX e Dieter Zetsch deu um exemplo. Falou com o EQC pedindo-lhe que tivesse o carro pronto ás 8 da manhã. O MBUX respondeu-lhe e disse que teria o carro carregado à hora escolhida. Este será o padrão dos utilizadores do EQC.

Dieter Zetscher acredita que este é o exemplo acabado daquilo que será o futuro, oferecendo os valores base da Mercedes, num carro que é sustentável e utilizável em qualquer situação. É seguro, confortável – ao nível do Classe S – conveniente, enfim, reclama o presidente da Mercedes, um carro que olha para o futuro com os valores da marca. Um elétrico que é um Mercedes!

O modelo está baseado numa nova plataforma desenvolvida especialmente para os novos modelos que vão ostentar a marca EQ. O Mercedes EQC é maior que o GLC e tem, também, uma maior distância entre eixos para oferecer mais conforto e espaço para os ocupantes do banco traseiro. A bateria tem 80 kWh e a autonomia é superior a 450 quilómetros com um consumo de 22,2 kWh. Cada eixo tem um motor elétrico, conjugando-se os dois para oferecer uma potência combinada de 408 CV e um tempo dos 0-100 km/h de 5,1 segundos, com a velocidade máxima limitada aos 180 km/h.

O pacote de baterias pesa 650 quilogramas, sendo que o EQC pesa, no total, 2425 quilogramas.

Momento alto da apresentação do EQC: Dieter Zetsche a dizer que a Mercedes tem algumas dificuldades com os animais da Suécia, recordando o famoso teste do alce que deixou a nú as debilidade do Classe A. Talvez tenha sido a melhor ação de marketing alguma vez feita no universo automóvel mundial…

No que toca a dimensões, tem 4761 mm de comprimento, 1884 mm de largura e 1624 mm de altura, com uma bagageira a rondar os 500 litros de capacidade. É capaz de rebocar até 1800 quilogramas e tem uma distância entre eixos de 2873 mm.

Exibe cinco programas de condução – Comfort, Eco, Max Range e Sport e uma definição personalizada. Nos modos de condução mais económicos, o EQC estimula o condutor a poupar energia. Há comando no volante que permitem aumentar a capacidade de regenerar energia.

O modelo está equipado com um carregador interno refrigerado a água com capacidade de 7,4 kW, sendo que na wallbox da Mercedes, o carregamento é mais rápido, reclama a Mercedes que 80% da carga da bateria de 80 kWh é restabelecida em 40 minutos. O modelo será fabricado a partir de 2019 na unidade de produção de Bremen, com a Mercedes a aumentar a produção de baterias na sua fábrica proprietária localizada em Kamenz, perto de Dresden. A unidade fabril chinesa da Beijing Benz Automotive (BBAC) também está a ser preparada para produzir o EQC para o mercado chinês.

Esta é a resposta da Mercedes à Tesla e porque as coisas têm de ficar niveladas, o preço base do EQC será de 80 mil euros, pelo que o preço final andará próximo dos 120 mil euros.

No final da revelação, Dieter Zetsche afirmou, com voz triunfante: “aqui está o Mercedes Benz EQC, silencioso, seguro e suave. Mas, acima de tudo, um verdadeiro Mercedes! Ou o Mercedes dos carros elétricos!”

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)

Deixe um comentário

Please Login to comment