Europa que apertar ainda mais as emissões de CO2 como parte do “Green Deal”

By on 12 Dezembro, 2019

A febre do ambiente está a aumentar de forma descontrolada e como forma de mostrar serviço, a nova presidente da Comissão Europeia, Ursula van der Leyen, colocou no topo das preocupações o clima.

E pegando nesse frenesim de defesa do agredido ambiente, a Presidente da Comissão Europeia quer lançar o “Green Deal” e apertar mais ainda os limites de emissões de CO2 previstos para 2030. Ou seja, ao invés de tentar eliminar os carros com mais de uma década de vida, poluentes, a UE quer reduzir as emissões ainda mais, entregando os construtores à mobilidade elétrica.

A Comissão Europeia vai propor que em junho de 2021 seja revista a legislação sobre as emissões de CO2 para carros e comerciais “para assegurar um caminho claro a caminho das emissões Zero em 2025.”

Recordamos que em abril, a União Europeia aprovou legislação que obriga dos construtores que vendem carros na Europa a cortar a média, de toda a sua gama, de emissões de CO2 em 37,5% em 2030, para 60 gramas por quilómetro, em relação a 2021 que já tem um limite de 95 gr/km. Curiosamente, em 2018, as emissões aumentaram pelo segundo ano consecutivo para 120,4 gr/km. Sabem porquê?

Porque os governantes diabolizaram os modelos diesel e a venda de carros a gasolina, menos favorável em termos de CO2, disparou.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)