Família Peugeot está disponível para a fusão com a Fiat Chrysler Automobiles

By on 19 Março, 2019

O sucesso alcançado com a compra, desenhada por Carlos Tavares, da Opel, levou a família Peugeot, um dos maiores acionistas do PSA Group, a anunciar estar pronta para a aquisição ou a fusão com a Fiat Chrysler Automobiles (FCA).

O grupo francês é composto por quatro marcas, a saber, Citroen, DS, Peugeot e Opel, mas Carlos Tavares, CEO do PSA Group não está satisfeito e deixou claro que está interessado em fazer mais aquisições. O sucesso da compra da Opel, a absoluta inversão dos resultados do PSA Group e da Opel num curto espaço de tempo e a determinação do seu CEO no sentido de criar um gigante que afronte o grupo Volkswagen, levou a família Peugeot, um dos maiores acionistas da PSA, a declarar-se pronta para dar luz verde a Carlos Tavares.

Sergio Marchionne, até á sua morte, tentou “vender” a sua dama, um grupo italo-americano que compreende marcas como a Alfa Romeo, Fiat, Maserati e Jeep. Não conseguiu, mas parece que Mike Manley, o seu delfim, poderá realizar a fusão com a PSA. Em declarações prestadas ao jornal francês “Les Echos”, Robert Peugeot, presidente da holding FFP, a empresa familiar que controla o PSA Group, sustentou que “com o grupo FCA como com qualquer outro grupo, os planetas podem-se alinhar.” A compra da Opel e o “excecional sucesso” da operação, deixou a família preparada para nova aventura. “Apoiámos desde o início o projeto da Opel” salientou Robert Peugeot, pelo que “se outra oportunidade surgir, não seremos nós a impedir o negócio.” 

Tudo aponta para uma fusão com a FCA, mas as recentes dificuldades da Jaguar Land Rover, propriedade do Tata Group e que tem afetado os resultados do grupo indiano, pode ser a próxima compra de Carlos Tavares. Isto porque o interesse do português é levar o PSA Group para o mercado norte americano, decisivo, segundo o presidente da PSA, para o crescimento fora da Europa.

Recordamos que a fusão entre os dois grupos esteve em cima da mesa em 2015, mas ficou em banho maria pela oportunidade espoletada pelo desejo da GM em libertar-se da Opel. Como todos sabem, o PSA Group e o FCA Group já colaboram há muitos anos no desenvolvimento de veículos comerciais e, como referimos acima, Carlos Tavares quer, muito, ter uma forte presença nos EUA. A compra ou fusão com a FCA seria o cavalo de Tróia perfeito para o objetivo estratégico da PSA. Aliás, neste momento, a Peugeot está a preparar-se para regressar ao continente americano: a fusão com a FCA seria perfeita para a marca francesa, em termos de concessionários e rede de reparação.

Se de um lado faz sol – a família Peugeot está pronta para o negócio – do outro também, pois Mike Manley, CEO da FCA, em declarações feitas no Salão de Genebra, “estamos completamente disponíveis e abertos para aumentar a colaboração com outras marcas, seja em parceria, ‘joint ventures’, ou formas mais intensas de colaboração que façam sentido para nós e para a outra parte, seja ela qual for.”

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)

Deixe um comentário

Please Login to comment