Jaguar F-Type foi renovado e chega ao mercado em 2020 a partir de 89.189€

By on 3 Dezembro, 2019

O coupé/roadster da Jaguar conhece renovação no estilo e na tecnologia renovando o sonho de ser um rival direto para o Porsche 911.

Para a Jaguar esta renovação tem como objetivo oferecer ao F-Type um aspeto mais assertivo e mais tecnologia, especialmente, o sistema de info entretenimento e a qualidade dos materiais no interior do carro. A ideia foi colocar o F-Type ao nível do i-Pace.

A gama do F-Type deixou de contar com o motor V6, deixando apenas o bloco V8 de 5.0 litros com dois níveis de potência (450 e 574 CV) e o motor de 4 cilindros com 2.0 litros sobrealimentados com 300 CV.

A gama também foi reajustada: há três níveis de equipamento, sendo que as versões de topo do coupé e do roadster, só estão disponíveis com tração integral e com suspensão revista no equipamento R. O F-Type V8 com 574 CV chega aos 300 km/h e dos 0-100 km/h em 3,5 segundos.

As versões inferiores do V8 e do 4 cilindros receberão o nível R-Dynamic, o V8 de 450 CV chega dos 0-100 km/h em 4,4 segundos e toca os 285 km/h. O motor Ingenium leva o F-Type até aos 250 km/h e chega de 0 aos 100 km/h em 5,4 segundos. O motor V8 tem opção de tração traseira ou integral, o propulsor de 4 cilindros tem apenas tração traseira.

O F.Type com motor de 4 cilindros pesa menos 120 kgs que o V8 (1520 contra 1640 kgs), sendo que para o F-Type V8 R com 574 CV. A diferença de peso é de 240 kgs, o que favorece o comportamento do coupé/roadster com motor de 4 cilindros.

Todos os carros terão o sistema de escape ativo, o motor V8 terá um modo “quiet” para não ser incómodo em algumas zonas quando se chega mais tarde a casa ou se sai demasiado cedo. Haverá uma “First Edition” no primeiro ano de comercialização, com os motores V8 de 450 CV e 4 cilindros com 300 CV, sendo baseada no equipamento R-Dynamic ao qual será acrescentada uma gama de cores únicas da versão e detalhes de acabamentos que indicam ser uma edição especial.

Quanto às mudanças no estilo, estão concentradas na frente do carro, onde surgem novos faróis, um novo capô e mais algumas mexidas que têm como alvo alongar o carro e torna-lo mais largo, sem mexer nas dimensões. Apenas com o estilo. Os três níveis de equipamento diferenciam-se pelas alterações nos para choques dianteiros: limpo e simples no mais baixo, ousado com aletas no intermédio e muito mais agressivo no R. Os novos faróis LED, as luzes diurnas e mais alguns detalhes são novos e dão uma nova face ao F-Type. A traseira ficou igual, com pequenos retoques nos farolins e o nicho onde está a matrícula foi redesenhado. O difusor também foi redesenhado. As saídas de escape são diferentes para os dois tipos de motores: central para o 4 cilindros, quadrupla para os V8.

No interior, há novos materiais e são aplicados os mais recentes desenvolvimentos da Jaguar Land Rover em termos de ecrãs e sistemas digitais. Ou seja, o F-Type passa a ter um painel de instrumentos totalmente digital com 12,3 polegadas, enquanto na consola central está um ecrã de 10 polegadas sensível ao toque. Os comandos do sistema de climatização ficaram iguais.

A frase “Jaguar est. 1935” passa a estar visível nas guias dos cintos e no porta luvas, deixando claro quendo é que nasceu a marca fundada por Sir Williams Lyons. Há dois tipos de bancos (Sport e Performance).

Em Portugal, o carro já está disponível para encomenda a partir de 89.189 euros, com chegada ao mercado em março de 2020.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)