McLaren revela 620R, um GT4 legal para andar na estrada

By on 9 Dezembro, 2019

Esta é a versão de competição, legalizada para andar na estrada, do 570S GT4, tendo mais potência, menos peso e aerodinâmica de competição.

A gama Sports Series da McLaren acaba de ser enriquecida com o 620R, descrito como “a versão legal de um carro de competição”. O carro recebe a mecânica e a aerodinâmica do 570S GT4, mas como a McLaren refere, “retendo o ADN do carro homologado para competir em pista, mas livre de restrições que as regras da competição impõem, sendo legal para andar em estrada.”

Contas feitas, o 620R é o modelo mais rápido da gama Sports Series da McLaren, até porque ao invés dos 425 CV do 570S GT4, o 620R tem 620 CV. Tem menos 30 kgs que o 570S e uma aceleração 0-100 km/h em 2,9 segundos e o 0-200 km7h em 9,1 segundos com uma velocidade máxima de 320 km/h.

A suspensão recebe o mesmo sistema de regulação manual de dupla via “coilover”, com 32 “clicks” de ajuste para a compressão e distensão. Os amortecedores sçao 6 kgs mais leves que as unidades de série. As molas são mais duras e as barras estabilizadoras também, ao mesmo tempo que os topos da suspensão sçao em aço para melhor controlo e sensibilidade.

O 620R está desenhado para usar pneus “slick” sem nenhum ajustamento, ou seja, quem comprar o carro pode ajustá-lo ao seu gosto ou então levá-lo para a sua pista preferida e “dar gás”! Poderá andar com “slicks” ou os pneus semi-slicks legais para andar em estrada, fornecidos pela Pirelli e conhecidos como Trofeo R. Quem também fornece os “slicks” específicos para o carro. Os travões são em carbono cerâmica. 

A aerodinâmica do 620R exibe a mesma asa em carbono ajustável do GT4 (que, curiosamente, tem espaço para a terceira luz de travagem para o tornar legal!) que pode chegar a gerar 185 kgs de força descendente. O para choques dianteiro foi redesenhado, o capô foi também revisto para melhorar o fluxo aerodinâmico.

No interior, o 620R é de um carro de competição pois não há tapetes, porta luvas, ar condicionado, sistema de info entretenimento, navegação, áudio, enfim, tudo o que pode afetar o peso, foi retirado. Mas a McLaren pode montar tudo sem que o cliente tenha de pagar um tostão. O ecrã sensível ao toque manteve-se e exibe um sistema de telemetria, os bancos de competição são em fibra de carbono, tem cintos de seis apoios, os fechos das portas são meras pegas de tecido, as patilhas atrás do volante são em carbono, o volante é de competição com airbag. 

Estarão disponíveis 350 unidades, com um preço acima dos 270 mil euros, antes de impostos. As entregas começam em fevereiro de 2020.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)