Mercedes adia venda do EQC nos EUA devido ao sucesso na Europa

By on 19 Dezembro, 2019

A casa alemã queria, muito, levar o EQC para o segundo maior mercado do Mundo, mas isso não vai acontecer tão depressa.

Tudo porque a Mercedes adiou a venda do EQC nos Estados Unidos da América durante, pelo menos, um ano, segundo comunicação feita aos concessionários norte americanos. Ou seja, o carro que deverá custar 68.895 dólares (62.862 euros) só estará disponível em 2021. 

A culpa é da forte procura do carro no Velho Continente. Segundo comunicado da Mercedes, “a decisão de adiar a venda do EQC nos EUA é estratégica para permitir satisfazer a procura na Europa e apoiar os clientes europeus. 

Porém, há outra razão para esta decisão: o interesse em ter o maior número possível de EQC disponíveis na Europa está ligada a decisão do Parlamento Europeu, em abril, de cortar 375% das emissões de veículos novos a partir de 2030. O que quer dizer que a industria terá de descer as emissões até às 60 gr/km, em média, uma descida brutal, ou então enfrentar as multas por não cumprimento das regras.

Desta forma, a Mercedes perde terreno para a tesla, BMW, Audi e Jaguar no mercado dos elétricos. E convirá dizer que há estados norte americanos com apetite voraz por modelos elétricos e este adiamento não ajuda muito à causa da Mercedes.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)