Mercedes CLA 180d – Ensaio Teste

By on 2 Outubro, 2019

Mercedes CLA 180d

Texto: José Manuel Costa ([email protected])

Exuberância de estilo com motorização racional

Imaginem que está indeciso entre comprar um Renault Clio e um Mercedes CLA. Não vale a pena começar a mandar tomates ou a chamar-me doido, pois este CLA 180d tem um ponto em comum com o Clio: o motor. Motor turbodiesel que serve a versão de acesso à gama CLA com um preço ligeiramente diferente. Por isso até poderá estar indeciso, mas o CLA é de outro campeonato, destacando uma exuberância de estilo já conhecida, mas agora mais madura, e uma mecânica que o fará cumprir milhares de quilómetros com total despreocupação. E isso é uma das forças deste CLA 180d.

Conheça todas as versões e motorizações AQUI.


Mais:

Conforto, Interior, Sobriedade      

Menos:

Motor sonoro, habitabilidade traseira

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Motor
Balanço final
Ficha técnica

Exterior

Pontuação 7/10 O CLA sempre se destacou pelo estilo exuberante que fez parte do seu charme e do seu sucesso e na hora de renovar, a Mercedes suavizou um pouco essa exuberância, em favor de um estilo mais sóbrio onde não falta elegância. A necessidade de aderir de perto à linguagem de estilo da Mercedes inaugurada com o Classe A, levou à perda de alguns detalhes, mas o resultado final resulta muito, melhor que a versão berlina do Classe A. O carro cresceu em dimensões (tem mais 6 cm que anteriormente) e passa a ser uma alternativa credível e muito interessante ao Classe C. Não que vá canibalizar o modelo acima, mas se os 40 mil euros não o assusta, este CLA é uma boa ideia face ao Classe C. Pelo menos ao atual.

Interior

Pontuação 8/10 O interior é decalcado do Classe A e isso não é uma ma notícia. A integração dos dois ecrãs é muito boa, as saídas de ar do sistema de climatização funcionam perfeitamente, tanto estética como funcionalmente, a consola central está um nadinha atafulhada, mas nada verdadeiramente criticável. A qualidade é superior e tudo está no local certo. Pena que os bancos traseiros sejam menos acolhedores que os dianteiros e, depois, a forma da carroçaria limita um pouco a habitabilidade. A acessibilidade é menor devido à forma das portas. A bagageira tem 460 litros, um bom valor sem ser extraordinário.

Equipamento

Pontuação 6/10 Convirá desde já explicar que para ter os ecrãs maiores, terá de ir à lista de opcionais. Que tem uma longuíssima lista de equipamentos que permitem ao preço já pouco convidativo, dar saltos de gigante para uma fatura final com números robustos. Por exemplo, o carro ensaiado custa 40.100 euros e com os extras que tinha, fica em 50.353 euros. Isto porque tinha o pacote Premium (3.850 euros), o pacote AMG (3.700 euros), teto de abrir panorâmico em vidro (1.150 euros), realidade aumentada para o sistema de navegação (350 euros), pacote Night (550 euros), pintura sólida branco Polar (250 euros). De série, oferece câmara de marcha atrás, travagem de emergência autónoma, sensores de chuva e luz, sistema de navegação, caixa automática de dupla embraiagem com sete velocidades, ar condicionado automático, estofos em pele, bancos desportivos, acesso mãos livres, jantes AMG de 18 polegadas e assistente de estacionamento ativo. Para saber mais, visite www.mercedes.pt.

Consumos

Pontuação 8/10 Confesso que estranhei quando vi nas folhas de características técnicas um depósito com apenas 43 litros. Depois de alguns quilómetros percebo porque é que o depósito é tão pequeno: o CLA 180d tem apetite de pisco! Contas feitas, o consumo medido ficou-se em excelente 4,9 l/100 km. E nunca andou acima dos 7 litros, mesmo quando tentei tirar tudo do bloco turbodiesel de origem Renault.  

Ao volante

Pontuação 7/10 Quase de certeza que os engenheiros da Mercedes estavam fartos de ouvir os jornalistas e os clientes a reclamar com a dureza da afinação da suspensão do CLA. E por isso, seguiram no sentido oposto e suavizaram a afinação de molas e amortecedores. Ora, se o anterior era demasiado duro, este é demasiado mole. E com essa nova característica, vieram alguns movimentos da carroçaria indesejados e pouco controlados, que afetam a precisão na condução e promovem uma frente menos assertiva quando queremos desenhar a trajetória. E não vale a pena comprar os amortecedores adaptativos, pois o fenómeno não fica resolvido. Claro que o CLA 180d tem um comportamento seguro e fácil, mas não é um carro preciso, e abusar do ritmo faz mais mal que bem.

Concorrentes

O Mercedes CLA continua sem ter rivais enquanto não chegarem ao mercado o Série 2 GranCoupe e o esperado A3 com versão coupé.

Motor

Pontuação 6/10 O bloco turbodiesel com 1.5 litros pode parecer “plebeu” demais para o CLA, até porque é o mesmo motor usado no Renault Clio e no Dacia Duster. Tem 116 CV, tendo que movimentar 1540 quilos, o que não é uma tarefa fácil. Não tem prestações que encham o olho (0-100 km/h em 10,7 segundos e 205 km/h de velocidade máxima), mas consegue manter um ritmo razoável e tem um enorme argumento: os consumos são excelentes. Sim, é um pouco barulhento e deve ter sido complicado para os técnicos da Mercedes insonorizar o CLA com este bloco e, mesmo assim, o motor Renault escuta-se com alguma intensidade.

Balanço final

Pontuação 7/10 O CLA com este motor turbodiesel não me deixou totalmente convencido, parece-me motor a menos para um carro que se quer Premium e que tem preço desse nível. Ainda assim, o CLA 180d faz um bom uso das qualidades do bloco Renault e, sobretudo, oferece consumos fantásticos. É um carro que permite fazer muitos quilómetros com conforto, segurança e tem grande sobriedade, que custa mais de 40 mil euros.

Ficha técnica

Motor Tipo: 4 cilindros em linha, turbodiesel com intercooler Cilindrada (cm3): 1461 Diâmetro x Curso (mm): nd Taxa de Compressão: nd Potência máxima (CV/rpm): 116/4500 Binário máximo (Nm/rpm): 260/1750 – 2500 Transmissão: dianteira, com caixa automática de dupla embraiagem com 7 velocidades Direção: Pinhão e cremalheira assistida eletricamente Suspensão (ft/tr): Independente McPherson/eixo multibraços Travões (fr/tr): Discos ventilados/discos Prestações e consumos Aceleração 0-100 km/h (s): 10,7 Velocidade máxima (km/h): 205 Consumos extra-urb./urbano/misto (l/100 km): 3,8/4,2/4,0 Emissões CO2 (gr/km): 105 Dimensões e pesos Comprimento/Largura/Altura (mm): 4688/1830/1439 Distância entre eixos (mm): 2729 Largura de vias (fr/tr mm): 1612/1612 Peso (kg): 1415 Capacidade da bagageira (l): 460 Deposito de combustível (l): 43 Pneus (fr/tr): 205/50 R18

Preço da versão ensaiada (Euros): 50353€
Preço da versão base (Euros): 40100€