Mercedes e Geely viram aprovada a “joint venture” da Smart

By on 9 Janeiro, 2020

A venda de 50% do capital da Smart à Geely já está concretizada depois de recebida a aprovação desta operação.

Já estava assinada, faltava a aprovação do regulador chinês: a Geely comprou 50% do capital da Smart e vai-se encarregar de produzir a próxima geração de modelos da Smart, num investimento em que Mercedes e Geely vão injeta cerca de 750 milhões de euros, cada, na nova empresa.

A “nova” Smart estará baseada na China, na cidade de Nigbo, onde está a fábrica dos novos modelos. A gestão das vendas estará na China e na Alemanha. Segundo o acordo feito, a produção do Smart passa para a China, com os novos modelos, totalmente e exclusivamente, elétricos, a chegar em 2022. A Mercedes estará encarregue do estilo e a Geely liderará a parte de engenharia.

A Geely tem intenções de alargar a gama para lá do segmento dos citadinos, entrando nos utilitários. A ideia é que a marca seja desenvolvida e passe a ser uma marca Premium eletrificada.

Os atuais modelos vão continuar até 2022, mas estes serão produzidos na Europa, em França (Hambach) e na Eslovénia (Novo Mesto). O conselho de administração da nova empresa terá seis diretores, divididos 50/50 entre Geely e Mercedes.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)