Mercedes pode acabar com a produção do Classe C nos EUA

By on 15 Maio, 2019

O Classe C é construído numa série de fábricas, mas poderá deixar de ser fabricado na unidade de produção de Tuscaloosa, no Alabama.

Esta fábrica norte americana constrói o Classe C desde 2014, embora essa unidade seja mais conhecida pela fabricação de crossover e SUV. Modelos que estão a ser cada vez mais procurados, com as vendas a subirem.

Por essa mesma razão e com a contínua descida de vendas dos modelos de três volumes, não espanta a notícia que dá conta da intenção da Mercedes acabar com a produção do Classe C nos EUA. Esse passo, não confirmado, será dado no final de 2020, o que faz sentido pois o novo Classe C chegará em 2021.

Para adicionar mais sentido a esta decisão, as vendas do Classe C nos Estados Unidos da América têm estado em declínio. Em 2013 foi o melhor ano do modelo, com 88 251 unidades, mas não foi além de 60 410 unidades em 2018.

Com a saída do Classe C, a fábrica de Tuscaloosa irá libertar capacidade para fabricar mais SUV, numa altura que a unidade de produção está a trabalhar a 93%, o que deixa pouco espaço livre. Faz sentido sair o Classe C, transferindo o modelo para a fábrica da LMC Automotive, na África do Sul, que está a operar a 75% da sua capacidade.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)

Deixe um comentário

Please Login to comment