Mercedes pondera terminar com a carreira do Classe X

By on 17 Julho, 2019

Quem lançou a notícia foi o Automobilwoche, revista alemã que citando fontes anónimas diz que a Daimler está a ponderar acabar com a produção do Classe X.

Se isso for, realmente, verdade, significa que a Mercedes enganou-se redondamente na análise ao mercado europeu das “pick-up”. E olhando aos números de vendas… em 2018, a Mercedes vendeu 16 700 unidades em toda a Europa… Austrália e África do Sul. Isto de um modelo lançado há dois anos. O facto da Mercedes não vender o Classe X nos EUA, o maior mercado mundial de pick-up, e as várias chamadas à oficina do modleo, também não ajudam.

Com a míngua dos lucros e necessidade de reduzir custos, o plano de corte de custos que Ola Kallenius deverá incluir o corte de produtos pouco rentáveis e de modelos com vendas menores. Ora, perante estes números, a Mercedes deverá estar, realmente, a pensar o que fazer com o Classe X, feito com base na Nissan Navara.

E os sinais não têm sido bons: Dieter Zetsche, o antigo CEO da Daimler, disse em fevereiro deste ano que a Mercedes abandonava a possibilidade de construir o Classe X para o mercado sul americano nas fábricas da Renault na Argentina. Recordamos que o Classe X é fabricado em Barcelona, na fábrica da Nissan, lado a lado com o Nissan Navara e o Renault Alaskan.

Porém, o maior problema reside nos preços que a Daimler pratica, preços Premium para um carro que, na essência, é um Nissan Navara. As mudanças no exterior e no interior, não justificam a diferença de preços. Em Portugal, o Classe X Progressive com motor V6 custa 64.292 euros, a versão Power fica por 68.554 euros. 

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)