Mercedes revela veículo experimental de segurança com base no GLE

By on 20 Maio, 2019

A casa alemã há alguns anos que tem em execução um projeto de desenvolvimento de avançados sistemas de segurança denominado ESF. A edição 2019 tem como base a versão híbrida do GLE (ainda não está no mercado) e funciona como montra para todas as novidades que a Mercedes tem quase pontas para serem usadas em futuros modelos. O Mercedes ESF 2019 exibe tecnologia “próxima da produção em série” e desenvolvimentos que “estão a caminho de serem utilizados no futuro.”

Um dos destaques é o ambiente a bordo, com a posição de condução a estar dominada pelo volante e uma pedaleira retráteis. Evitando, assim, danos em caso de embate. No que toca aos airbags, a Mercedes quer aproveitar o espaço libertado no interior pela condução autónoma, para integrar airbags maiores para condutor e passageiro e novos airbags posicionados nas costas dos bancos dianteiros e airbags laterais dentro dos bancos.

O interior do GLE está altamente modificado pelo volante e pelos airbags, mas também por uma nova iluminação, particularmente, aquela localizada na pala para sol e que está lá porque um estudo diz que uma fonte de iluminação suave ajuda a manter o condutor mais desperto em longa jornadas ao volante. O ESF 2019 tem um sistema que avisa o condutor se estiver a rodar rápido demais à entrada de uma curva, ao tencionar ligeiramente o cinto de segurança.

O ESF 2019 também exibe um novo sistema de proteção das crianças denominado Pre Safe Child. O sistema tenciona o cinto de segurança e espoleta sistemas de proteção de impacto em redor da cadeirinha, reduzindo as cargas no sistema de proteção da criança. A cadeirinha também tem um sistema de controlo dos sinais vitais da criança.

No exterior, o ESF2019 tem superfície digitais incorporadas na grelha, vidros traseiro e tejadilho. O sistema foi desenvolvido dentro de um programa para convencer as pessoas a terem confiança na condução autónoma. As superfícies digitais comunicam com as pessoas dando direções bem como aviso de situações perigosas bem como avisar peões de perigos iminentes, mesmo estacionado.

Outra novidade que deverá já estar no próximo Mercedes Classe S é o “Digital Light”, uma fonte de luz de alta definição com uma resolução superior a dois milhões de pixels. Um pequeno “robot” que sai disparado da parte inferior da traseira do ESF2019, carrega um triangulo e não precisa que o condutor vá colocar esse mesmo triângulo: ele vai sozinho colocar-se à distância regulamentar. Um triângulo auxiliar está colocado no tejadilho.

Finalmente, o Pre Safe Impulse Rear. Esta inovação monitoriza veículos que se aproximam pela traseira e faz avançar o carro caso os sensores percebam que um impacto está iminente, oferecendo uma oportunidade de travagem para esse veículo.

O projeto ESF recolheu dados de 50 anos de acidentes e nos vários anos de trabalho, já ofereceu funções e inovações que já estão a ser usadas como o airbag do cinco de segurança traseiro e os máximos automáticos, revelados pelo projeto ESF 2009, há dez anos.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)