Mitsubishi muda de CEO e recusa-se a sair do mercado norte americano

By on 20 Maio, 2019

A casa japonesa tem novo CEO, Takao Kato, que tem ideias muito claras para revitalizar a Mitsubishi e uma delas é manter-se no mercado norte americano.

A operação norte americana tem pouca expressão, mas não pensa retirar-se dos Estados Unidos, preferindo repensar toda a operação.

Numa conferência de imprensa, Takao Sato referiu que “se for um enorme construtor, claro que é mais fácil encontrar lucro na operação, mas o que dizer da Mitusibishi Motors Corporation? Será que essa ideia se aplica a nós? Temos de fazer mais e melhor para isso.

O atual responsável pela bem sucedida operação da Mitsubishi na Indonésia, vai tomar o lugar de Osamu Masuko, atual presidente e CEO da casa japonesa a partir de 21 de junho. Sato será o CEO, Masuko permanecerá presidente.

Apesar deste impulso jovem de Takao Sato, o novo CEO vai seguir a estratégia “Small but beautiful” (Pequeno mas belo) desenhada por Masuko, uma abordagem que tem como objetivo ser mais pequeno em dimensão, mas com foco nos lucros comum crescimento sustentado, prescindindo de um rápido crescimento do volume de produção e vendas.

A saída do mercado norte americano seria fácil: a Mitsubishi vendeu nos EUA, 345 211 unidades em 2002, 118 074 mil em 2018. Mas em 2019, em abril, o crescimento foi de 12%. “As vendas estão a subir naquele que é um dos maiores mercados mundiais. Por isso, sair deste mercado não é, provavelmente, uma opção” disse Takao Kato. Até porque Osamu Masuko conseguiu levar a Mitsubishi, com o plano “Small but beautifull”, aos lucros nos EUA, com vendas a crescer todos os anos. Infelizmente, o crescimento tem sido “beautiful” mas realmente muito “small”.

Além disso, em 2016, tudo se descarrilou quando foi descoberta a marosca da alteração dos valores de consumo e emissões dos modelos da Mitsubishi, levando a uma depreciação incrível da empresa e á compra por parte da Nissan. Nissan que espoletou o escândalo quando notou discrepâncias nesses valores entre os iguais modelos vendidos como Nissan ou como Mitsubishi.

Osamu Masuko sobreviveu a esse problema, encontrou um dos quatro assentos no conselho de administração da Aliança Renault Nissan Mitsubishi e depois de abandonar o comando da Mitsubishi, continuará a ser presidente e com o pelouro dos assuntos da aliança.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)