Nissan pronta para cortar 10 mil postos de trabalho a nível global

By on 24 Julho, 2019

Segundo a imprensa japonesa, a Nissan está a preparar-se para um corte de 10 mil empregos a nível global.

No início deste ano, a Nissan tinha anunciado o corte de 4800 postos de trabalho como parte de um plano para revitalizar a empresa e estancar a queda de lucros sentida nos últimos exercícios, com particular destaque para o exercício passado onde os lucros foram os mais baixos dos últimos 10 anos. Mas parece que não vai chegar e segundo a imprensa nipónica, a Nissan vai anunciar o corte adicional de mais 5200 postos de trabalho.

Vendas estagnadas nos EUA e na Europa, problemas no continente asiático, incerteza política, taxas aduaneiras, escândalo de Carlos Ghosn, investimento brutal na eletrificação e na condução autónoma e uma gama envelhecida, têm colocado muitos problemas a Hiroto Saikawa, o novo CEO da Nissan, depois da saída de Ghosn.

O maior número de postos de trabalho subtraídos afetará colaboradores fora do Japão, sendo que no Reino Unido se espera que o corte seja maior. 

No que toca ao produto, o novo Juke está a caminho – chega dia 3 de setembro – e o Qashqai estará a ser preparado para nova geração. Desconhecem-se mais detalhes daquilo que a Nissan vai fazer daqui para diante.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)