Opel Combo chega a Portugal a partir dos 22.990€

By on 4 Outubro, 2018

Com versões normais e alongadas, o Combo permite à Opel jogar em dois tabuleiros, no mercado dos veículos de passageiros e nos comerciais, oferecendo uma proposta muito interessante.

Dedicado a famílias e negócios familiares, o Opel Combo destaca duas versões de carroçaria e um estilo que não negando a sua origem (o Peugeot Partner e o Citroen Berlingo) possui, claramente, a imagem da Opel. A versatilidade da oferta de cinco ou sete lugares é uma mais valia e o resumo da gama a duas versões ajuda na escolha, o mesmo sucedendo com a gama de motores que passa por um bloco a gasolina com 1.2 litros sobrealimentado, a debitar 110 CV e um propulsor turbodiesel 1.5 litros com três níveis de potência: 75, 100 e 130 CV. Todas as motorizações com caixa manual de seis velocidades existindo uma opção de caixa automática com 8 velocidades para o 1.5 turbodiesel 130 CV. Tudo vindo da caixa de peças do PSA Group e compatíveis com a norma Euro 6d-TEMP.

O Combo Life de cinco lugares, além de muito espaço interior, está muito bem revestido e equipado e oferece uma bagageira com uma capacidade entre os 597 e os 2126 litros (com os bancos rebatidos). Já a versão XL “estica” a lotação para os sete lugares com uma bagageira entre os 850 e massivos 2693 litros. Tudo isto é possível num automóvel que mede entre 4,4 (5 lugares) e 4,7 metros (7 lugares).

Como dissemos, estão disponíveis duas versões, Enjoy e Innovation, mas o equipamento de série é completo em ambas as variantes: portas laterais de correr com vidros elétricos, ar condicionado, rádio multimédia com ecrã de oito polegadas, sensores de estacionamento e faróis de nevoeiro.

A versão mais equipada, Innovation, adiciona barras no tejadilho, proteções de plástico na cor da carroçaria, ar condicionado com controlo automático, três bancos individuais na segunda fila e com tabuleiros, vidros escurecidos, tejadilho panorâmico com compartimentos superiores de arrumação, compartimento de arrumação no topo da bagageira e travão de estacionamento elétrico. Esta variante mais equipada e com uma lista de opcionais interessantes, começa nos 24.590 euros da variante de 5 lugares e motor 1.2 litros a gasolina, seguindo-se os 28.190 euros do 1.5 turbodiesel com 100 CV, os 31.890 euros do 1.5 turbodiesel 130 CV, o mesmo valor para a versão com caixa automática. As versões Enjoy começam nos 22.990 euros do 1.2 Turbo e vão até aos 31.490 euros da variante 1.5 turbodiesel com caixa automática.

Apesar de derivar de modelos comerciais, o Combo Life não deixa de oferecer, mesmo que muitos deles como opcionais, elementos tecnológicos de qualidade como o “head up display”, alerta de colisão dianteira com deteção de peões e travagem autónoma de emergência, reconhecimento dos sinais de trânsito, sistema de manutenção de faixa, programador de velocidade automático, adaptação inteligente da velocidade, alerta de fadiga do condutor, alerta do ângulo cego com sensores de ultrassons, sensor de flanco, câmara traseira panorâmica, sistema de ajuda ao estacionamento, controlo de tração Intelli Grip, Apple Car Play e Andoid Auto, carregamento de telemóvel por indução e controlo de estabilidade de atrelado.

Combo Comercial: “Van of the Year” 2019

Se a versão de passageiros pode seduzir famílias, entre elas as que têm mais filhos, o Combo na sua versão original, comercial, não deixa os seus créditos por mãos alheias, tendo arrebatado o prémio de Furgão Internacional do Ano nos galardões “Van of the Year” 2019. Vai estar disponível já no mês de novembro com preços a partir dos 20.310 euros.

Com 4,4 metros de comprimento, o Combo destaca uma capacidade de carga de 650 quilogramas, 3,3 metros cúbicos, suficiente para albergar duas Europaletes. A entrada da mercadoria é feito por um acesso baixo, apenas 58 cm e o Combo possui várias aberturas inteligentes para ajudar a transportar cargas diferenciadas. No tejadilho há uma escotilha que permite carregar objetos mais longos, o mesmo objetivo para a abertura na antepara entre a cabina e a zona de carga (nas versões de três passageiros) que permite transportar objetos até 3,09 metros de comprimento. O espaço de carga oferece, de série, seis olhais de fixação e pode comprar mais quatro que podem ser colocados na lateral da carroçaria.

Pensada para o serviço comercial, a consola central está dividida em três áreas distintas: sistema de informação e entretenimento na parte superior, comandos da ventilação e do ar condicionado no patamar intermédio e espaço de arrumação suplementar no topo.

A gama portuguesa é composta por dois motores: 1.5 TurboD com 130 CV e opção entre caixa manual de 6 velocidades ou automática de 8 velocidades e 1.6 TurboD nas variantes de 75 e 100 CV, ambas com caixa de 5 velocidades. Os níveis de equipamento são dois, Essentia e Enjoy e, tal como sucede na versão de passageiros, a dotação de equipamento é completa. Os preços vão dos 20.310 aos 26.760 euros (versões 1.6 Turbo Essentia e 1.5 TurboD caixa automática Enjoy, respetivamente).

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)