Peugeot 508 SW chega a Portugal no segundo trimestre de 2019

By on 7 Dezembro, 2018

A versão carrinha do novo 508 acaba de ser apresentada em Portugal e chega até ao nosso mercado no segundo trimestre de 2019 com preços ainda não definidos, mas com a certeza que serão entre dois a três mil euros que a berlina. Não perca mais logo o primeiro ensaio ao modelo.

Para os que gostam de carrinhas, esta é uma proposta absolutamente atraente porque, diz a Peugeot, é inspirada nas “shooting brake” e não nos tradicionais carregadores de piano ou carrinhas de mala gigantesca como a VW Passat ou a Skoda Superb. O estilo é o mesmo da berlina ao qual foi acrescentado o terceiro vidro lateral e um portão traseiro que rima perfeitamente com o arranjo das luzes traseiras. Melhor que na berlina, tenho de o dizer.

Lá está, gostos discutem-se, não se impõem e por isso estou perfeitamente à vontade para dizer que a 508 SW é muito bonita.

A gama portuguesa organiza-se em redor de cinco motores – 1.6 Puretech 180 e 225 CV, a gasolina, 1.5 BlueHDI 130 CV e 2.0 Blue HDI 160 e 180 CV – duas caixas de velocidades (manual de 6 para o 1.5 HDI e automática de 8 velocidades para todos) e cinco níveis de equipamento: Active, Business Line, Allure, GT Line e GT.

O nível Active destaca estofos em tecido, retrovisores rebatíveis eletricamente, cruise control programável, faróis inteligentes, sensores de chuva e luz, limpa vidros automático, rádio com ecrã de 8 polegadas com Bluetooth e USB, ajuda ao estacionamento traseiro, jantes de liga leve de 17 polegadas e ignição por botão. Esta disponível com os motores 1.5 BlueHDI 130 com caixa manual de 6 ou opção pela unidade automática de 8 velocidades e 2.0 BlueHDI 160 CV com caixa automática.

O 508 SW Business Line oferece, de série, jantes de liga leve de 16 polegadas, bancos em tecido, ajuda ao estacionamento dianteiro e traseiro, banco do condutor com regulação lombar e regulação elétrica nos bancos dianteiros, navegação 3D com Peugeot Connect Box, espelhos exteriores rebatíveis eletricamente, retrovisor interior electrocromático, cruise control programável, sensores de luz e chuva, rádio com ecrã de 8 polegadas, Bluetooth e USB e Pack Safety Plus, vidros escurecidos. A gama de motores é a mesma do Active.

O nível Allure adiciona estofos em couro e tecido, ajuda ao estacionamento à frente, regulação lombar elétrica, navegação 3D com ecrã 10 polegadas, duas tomadas USB na consola traseira, jantes de liga leve 17 polegadas, pacote Safety Plus (assistente automático de máximos, reconhecimento dos painéis de velocidade e preconização, sistema ativo de vigilância do ângulo morto, sistema de alerta de fasdiga), câmara traseira. Esta disponível com os motores 1.5 BlueHDI 130 com caixa manual de 6 ou opção pela unidade automática de 8 velocidades e 2.0 BlueHDI 160 CV com caixa automática, juntando o 1.6 Puretech 180 com caixa automática de 8 velocidades.

O Peugeot 508 SW GT Line, adiciona as jantes de liga leve de 18 polegadas, ambiente interior Mistral, retrovisor electrocromático sem moldura, bancos dianteiros com regulação lombar e elétrica, Full LED e farolins traseiros LED 3D, i-Cockpit Amplify, bancos em couro. Em termos de motores, estão disponíveis o 1.6 Puretech 180 com caixa automática, 1.5 BlueHDI 130 com caixa manual de 6 ou automática de 8, 2.0 BlueHDI 160 e 180 com caixa automática de 8 velocidades.

Finalmente, o 508 SW GT, está disponível apenas com o bloco 1.6 Puretech 225 CV e o 2.0 BlueHDI 180 CV, ambos apenas com caixa automática. Ao equipamento adiciona os bancos em couro Nappa e alcantara, decorações interiores em madeira “Zebrano”, suspensão ativa, indexação dos espelhos retrovisores à marcha atrás e jantes de liga leve com 19 polegadas.

Falemos de coisas práticas: a bagageira tem 530 litros de capacidade que podem chegar aos 1780 litros com os bancos rebatidos. A forma é simples e tem um piso mais baixo que a berlina (6 cm mais baixo a apenas 63,5 cm do solo e 2,4 cm mais larga). O banco traseiro rebate 2/3 ou 1/3 e com a função Magic Flat, sistema que permite o rápido rebatimento das metades do banco traseiro por acionamento de dois comandos, um de cada lado da bagageira.

O 508 SW utiliza o i-Cockpit, há muitos espaços de arrumação – garrafas de 1.5 litros cabem no porta luvas ventilado, uma de 1 litro em cada prateleira das portas e duas de 0,5 litros nos espaços sob o apoio de braços central. Os bancos da frente são certificados pela AGR (Aktion fur Gesunder Rucken), a mesma associação que certifica os bancos da Opel. A Focal ´+e o fornecedor do sistema de som e na “Premiere Edition” oferece uns auscultadores sem fios desenhados pelo departamento de estilo da Peugeot.

Em termos de sistemas de segurança, o 508 SW está ricamente equipado. Falamos de Sistema de visão noturna (Night vision), inédito no segmento. O sistema utiliza uma câmara de infravermelhos que permite a deteção de seres vivos à frente do veículo, de noite ou com visibilidade reduzida. A introdução do sistema garante a deteção até aos 200 m, para além do alcance das luzes de máximos, com uma visualização central da visão de infravermelhos na instrumentação digital, ou seja, no campo de visão do condutor, maximizando a segurança no dia-a-dia.

Conta, também, Cruise Control adaptativo com função Stop & Go (com a caixa automática EAT8) com controlo ajustável da distância entre veículos. Em situações de andamento em fila, o arranque do veículo é automático caso a paragem seja inferior a 3 segundos. Caso contrário, um simples toque no pedal do acelerador ou no botão de comando no volante é suficiente para reativar a função. A função está ativa a partir de 0 km/h. Conta, também com ajuda à manutenção da posição na via de circulação, com escolha da via por parte do condutor, “Full Park Assist” com função perimétrica “Flankguard” (apenas com a caixa automática EAT8). Neste caso, o sistema gere automaticamente a direção, o acelerador e os travões para entrar e sair do lugar de estacionamento. O 508 SW conta, também, com faróis Full LED com função EVS (iluminação estática em curva), óticas traseiras ARS (com intensidade luminosa adaptativa) acesas em permanência.

Mas há mais: travagem automática de emergência de última geração (deteta peões e ciclistas, de dia e de noite, até 140 km/h) e alerta de risco de colisão; alerta ativo de transposição involuntária da faixa (ou da berma) com correção da trajetória a partir de 65 km/h; alerta de fadiga do condutor; assistente automático de máximos; reconhecimento dos sinais de velocidade e de recomendação; reconhecimento alargado de sinais de trânsito (Stop, sentido proibido); sistema ativo de vigilância do ângulo morto (com correção da trajetória), função disponível a partir dos 12 km/h.

Todos os modelos estão equipados com motores homologados pelo protocolo WLTP e cumprindo as normas Euro6d-temp. Dizer, também, que no segundo semestre de 2019, chegará uma versão híbrida “Plug In” que assegura uma autonomia de 50 km (homologação WLTP) em modo puramente elétrico, através de baterias colocadas debaixo do banco traseiro e com carregamento exterior.

Deixe um comentário

Please Login to comment