Peugeot revela oficialmente o novo 208 com motores a gasolina, gasóleo e elétrico e um estilo musculado

By on 25 Fevereiro, 2019

Confirmado! O novo 208, já revelado pelo AUTOMAIS, é um carro totalmente diferente do atual modelo, exibindo a nova linguagem de estilo da Peugeot, com muitos elementos cuja inspiração vem do 508.

Face ao anterior 208, o novo modelo que será apresentado no Salão de Genebra, tem mais 4 cm de comprimento, é mais baixo e pesa menos 30 quilos, tudo isto embrulhado numa carroçaria mais musculada, com uma frente agressiva e cavas das rodas amplas que mostram uma presença bem mais forte que o atual modelo. Como o descreve a Peugeot, um carro futurístico e jovem.

Tendo por base a plataforma CMP (Common Modular Platform) do PSA Group – que serve o DS2 Crossoback e servirá o novo Opel Corsa – o 208 só terá versão de cinco portas e tem como grande novidade a oferta de três opções de motorização: gasolina, gasóleo e elétrico. No lançamento, estará disponível o bloco 1.2 litros a gasolina nas versões de 75 CV e caixa manual de cinco velocidades, 100 CV e caixa manual de seis velocidades e 130 CV com caixa automática de oito velocidades. O motor 1.5 litros turbodiesel será oferecido na versão de 100 CV com caixa manual de seis velocidades e, finalmente, a motorização elétrica com 138 CV.

Não há dados oficiais, mas sabe-se que debaixo do protocolo WLTP, o 208 Electric terá uma autonomia de a rondar os 350 km, estando equipado com uma bateria de 50 kWh que, com um carregador rápido, oferece 80% da carga em 30 minutos. As baterias do modelo elétrico estão dispostas numa forma em H que se encontra debaixo dos bancos traseiros, onde está o depósito de combustível das versões com motor térmico, e se estende até aos bancos dianteiros. Todos as versões possuem tração dianteira.

Como a Peugeot entende que os modelos elétricos e os futuros híbridos “Plug In” serão, cada vez mais, elementos essenciais das suas gamas, o 208 tem algumas diferenças no estilo entre os carros com motores de combustão interna e o elétrico. Nomeadamente, na grelha dianteira. Questão de serem identificados.

Desconhece-se, para já, a gama em Portugal (embora não seja difícil dizer que termos o Active, Allure e o GT Line) mas sabemos que há um equipamento específico para o modelo elétrico, o GT. O GT-Line e o GT têm a particularidade de terem as cavas das rodas alargadas com peças de plástico preto, pois essas duas versões têm vias alargadas 12 mm. No primeiro é uma questão estética, no segundo, exclusivo do motor elétrico, é uma necessidade devido ao eixo dianteiro é mais largo que o dos modelos com motor térmico. As jantes são de 16 e 17 polegadas. Sabemos que o equipamento será muito completo com muitas coisas vindas do 508, nomeadamente, sistemas de segurança e ajuda à condução. Muitas serão oferecidos como opção, mas revelam a vontade da Peugeot em elevar o estatuto do 208.

Para o interior, a Peugeot não hesitou e deitou mão ao “i-Cockpit” numa nova versão. Com o ecrã central flutuante de generosas dimensões e os botões por baixo numa consola a imitar um teclado, numa forma redesenhada, completam o destaque do interior do 208. 

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)