Plataforma do Honda e foi pensada para oferecer uma boa experiencia de condução

By on 13 Junho, 2019

Sendo o primeiro modelo totalmente elétrico da Honda, a marca japonesa foi cuidadosa e desenhou uma plataforma dedicada que tem vários predicados.

Segundo reclama a marca japonesa, a plataforma foi otimizada para maior agilidade, tendo sido desenhada a partir de uma folha em branco. Sem surpresas utiliza o conceito do “skate”, ou seja, uma generosa distância entre eixos para albergar as baterias num fundo plano, e as rodas encostadas aos quatro cantos da carroçaria.

Assim sendo, a distribuição de peso é de 50/50 pelos dois eixos, com o motor elétrico a distribuir a potência e binário às rodas traseiras. O centro de gravidade está localizado muito abaixo do habitual.

Os elementos da suspensão são feitos em alumínio forjado para reduzir o peso, num esquema de rodas independentes, encerradas dentro de um modelo de dimensões compactas que a Honda reclama ter uma agilidade única para automóveis citadinos.

A bateria de iões de lítio tem 35,5 kWh de capacidade é carregada através de uma ligação CA Tipo 2 ou de um carregador rápido CCS2 DC. A autonomia é superior a 200 km e, como é hábito, o carregamento rápido assegura 80% da autonomia em apenas 30 minutos. A bateria é refrigerada por água, maximizando a sua eficiência.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)

Deixe um comentário

Please Login to comment