Polícia prende 185 pessoas à porta do Salão de Bruxelas

By on 20 Janeiro, 2020

O grupo ambiental Extinction Rebellion organizou um protesto contra os construtores de automóveis à porta do Salão de Bruxelas, forçando a intervenção policial.

Graças a estes protestos, 185 pessoas, alguns membros da organização ambiental, foram detidas pela polícia belga. O objetivo desta manifestação é acusar os construtores de ter papel fundamental nas emissões de CO2 que, alegadamente, conduzem às alterações climáticas.

Este protesto surge dias depois da Comissão Europeia revelou as formas de financiar o projeto “Green Deal” que tornará a União Europeia neutral no que a emissões de CO2 diz respeito em 2050. Parte desse “Green Deal” passa pela forçada transformação da industria automóvel.

Christophe Meierhans, membro da “Extinction Rebellion” declarou que tem como alvo a indústria automóvel porque ela “disse uma série de mentiras para vender mais carros.” Muitos dos protestantes envergavam más caras para não serem reconhecidos e carregavam mensagens contra as marcas e contras as empresas petrolíferas. Chegaram a entrar no recinto do Salão de Bruxelas, provocaram alguma tensão, mas acabaram expulsos do espaço do certame e 185 deles foram detidos.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)