Renault e Nissan elegem secretário geral para a Aliança

By on 4 Dezembro, 2019

A Renault e a Nissan escolheram Hadi Zablit como secretário geral da Aliança Renault Nissan Mitsubishi, para acelerar a eficiência de relacionamento entre as duas empresas.

Com 49 anos, Hadi Zablit é um “veterano” engenheiro da Renault que vai tomar posse do cargo de vice presidente para o desenvolvimento do negócio na Aliança, sendo uma espécie de superintendente do chapéu que cobre as marcas desta parceria. O novo vice-presidente é um libanês com nacionalidade francesa (Ghosn também…) que começou a sua carreira na Renault em 1994, como engenheiro, no departamento de motorizações. Abandonou a casa francesa em 2000 para ir trabalhar para a Boston Consulting Group, onde liderou o departamento ligado ao automóvel na Europa. Regressou a casa, à Renault, em 2017, tendo desempenhado, até agora, o papel de responsável pelo desenvolvimento da plataforma comum para modelos do segmento A. Além disso, supervisionava o departamento de novas parcerias tecnológicas, serviços de mobilidade e sincronização do plano de produto dentro da Aliança e os investimentos da Aliança Renault Nissan Mitsubishi.

Será empossado na próxima segunda feira e terá como objetivo primário maximizar a contribuição das economias de escala para os lucros de cada empresa da Aliança.

Este anúncio surge na sequência da purga que foi feita para eliminar todos os resquícios da presença de Carlos Ghosn na Aliança, na Renault, Nissan e Mitsubishi, e de declarações do novo CEO da Nissan, que não deseja aprofundar os laços com a Renault, pelo menos para já.

Esta nomeação é vista como um estender do ramo de oliveira à Nissan, depois de algum tumulto devido ao escândalo Carlos Ghosn. Já há CEO na Nissan, na Renault teremos de esperar mais umas semanas.

Convirá sempre recordar que a Renault possui 43% do capital da Nissan e que foi a marca francesa quem resgatou a Nissan de uma crise financeira que ameaçou a sua existência. A tempestade que surgiu com o escândalo do ex-CEO da Aliança, levou a Renault a tentar aprofundar as ligações com a Nissan e olhando para uma eventual fusão, algo que foi liminarmente rejeitado pela casa japonesa.

Depois de Makoto Uchida ter lembrado que a Aliança deveria focar-se no “beneficio de cada parceiro em termos de volume de negócio e lucros”, a Aliança lançou um comunicado dizendo que dentro de pouco tempo, será revelado o novo plano de eficiência.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)