Sabe quais foram os carros mais vendidos em 2018? O AUTOMAIS revela tudo! (Parte 2)

By on 10 Maio, 2019

Os 30 mercados analisados – onde está Portugal! – conheceram fortunas diferentes ao longo de 2018. Não vamos olhar aos volumes de vendas de cada região ou de cada país. Vamos, apenas, ajudá-lo a fazer boa figura nas discussões de café quando explicar que nos EUA o carro mais vendido é uma pick-up, que no Japão é um “kei-car” ou qual o modelo mais vendido no Vietnam. Aqui fica a análise usando como fonte os dados da Jato Dynamics, publicados pelo Automotive News, alinhando os mercados por dimensão, do maior para o mais pequeno. Se as apostas meterem cerveja, não se esqueçam de guardarem uma para nós!

16º – MALÁSIA – PERODUA AXIA (78 425 UNIDADES)

A Perodua domina o mercado malaio e contabiliza quase metade do mercado de carros novos. Em 2018, a quota de mercado foi de 43% e o modelo mais vendido foi o Axia, com 78 425 unidades, que representam 14,2% do mercado. A segunda marca malaia é a Proton, mas segue atrás de Honda e Toyota, no quarto lugar, com apenas 10% de quota de mercado.

17º – AUSTRÁLIA – TOYOTA HILUX – (51 705 UNIDADES)

A Toyota lidera o mercado australiano e no topo das vendas está a Hilux, tendo registado em 2018 o terceiro ano consecutivo de liderança e recorde de vendas, com 9,8% de crescimento. Contas feitas, a Hilux, sozinha, representa 4,5% do mercado.

18º – ARGÉLIA – DACIA LOGAN – (46 270 UNIDADES)

O mercado argelino não é dos maiores dl mundo, mas tem um carro que vende mais de 46 mil unidades por ano, o que representa 33,4% do mercado, que registou um total de vendas de 127 300 unidades. É o Dacia Logan quem domina o mercado, com a marca “low cost” da Renault a juntar mais um par de modelos que lhe asseguram uma quota de mercado de dois terços. Sendo produzido localmente, o Logan contorna os absurdos custos de importação.

19º – TURQUIA – FIAT EGEA – (36 649 UNIDADES)

Pelo terceiro ano consecutivo, o Fiat Egea liderou o mercado turco que, em 2018, deu um enorme trambolhão de 35,1% face a 2017. Esta situação acontece porque a inflação está em valores impossíveis e as taxas de juro altíssimas. O Egea perdeu 23% de vendas face a 2017, mas ainda vendeu mais de 36 mil unidades. O suficiente para ficar na frente do Renault Clio e Megane, terceiro e segundo, respetivamente. A maior ameaça vem do Honda Civic, que veio de 16º em 2017 para 4º em 2018. Foi o único carro a ganhar vendas face a 2017.

20º – ESPANHA – SEAT LEON – (34 764 UNIDADES)

Os espanhóis são fieis à marca de Barcelona e por isso o Seat Leon é o carro mais vendido em Espanha, com quase 35 mil unidades, mesmo que tendo perdido 1,2% de vendas face a 2017. A ameaça vem de dentro da casa espanhola, pois a Seat viu as vendas crescerem 13,6% graças ao desempenho dos SUV Arona e Ateca.

21º – TAIWAN – TOYOTA COROLLA – (28 184 UNIDADES)

O Corolla é o carro mais vendido no mundo, mas olhando a todos os mercados onde é comercializado, raramente lidera. No Taiwan, é o modelo mais vendido há 15 anos! Mesmo assim, em 2018, perdeu 30% face a 2017 e a Toyota, perdeu 6,4%. Ainda assim, lidera com 23,7% de quota de mercado.

22º – VIETNAME – TOYOTA VIOS – (27 188 UNIDADES)

Modelo compacto, o Vios lidera há cinco anos o mercado vietnamita. Com um crescimento de 5,1% em 2018, o mercado assistiu a um crescimento positivo do Vios, cerca de 22% face a 2017, ajudando a Toyota a reclamar 23% de quota de mercado. O Vios tem quatro portas, motor de 1.5 litros e caixa CVT. 

23º – REPÚBLICA CHECA – SKODA OCTAVIA – (25 834 UNIDADES)

Um em cada dez carros vendidos na República Checa, é Skoda Octavia, apesar de ter experimentado um recuo nas vendas de 4,5%, com a Skoda a recuar 3,7%. Isso não afetou o seu domínio, reclamando 32,2% de quota de mercado. E para provar que a Skoda é mesmo a marca escolhida pelos checos, coloca seis carros nos sete mais vendido, com a Hyundai a espetar o i30 no meio dos Skoda, no quarto lugar.

24º – ROMÉNIA – DACIA LOGAN – (24 955 UNIDADES)

O Logan faz parte do adágio “Em Roma sê romano”, neste caso “Na Roménia comora romeno” e por isso o Logan domina o mercado há 14 anos consecutivos e foi sempre o carro mais vendido, em todos os meses, desde 2004, data do seu lançamento. A Dacia tem 28,2% do mercado, seguida da Skoda (8,5%) e Renault (8,1%).

25º – SUÉCIA – VOLVO S90/V90 – (24 346 UNIDADES)

O mercado sueco não tem tido lideranças fortes e, em 2018, tocou a vez ao Volvo S90 e V90, liderar as vendas com 6,9% de quota de mercado. Um resultado impressionante, já que o segundo semestre de 2018 viu o mercado ter contraído 31,1% face ao primeiro semestre. Recordamos que o Volvo V70 foi líder de mercado durante 19 anos, até desaparecer em 2015.

26º – PORTUGAL – RENAULT CLIO – (15 076 UNIDADES)

O mercado nacional cresceu 2,8% face a 2017 e, uma vez mais, foi o Renault Clio, pelo sexto ano consecutivo, o carro mais vendido em Portugal, com um crescimento de 6,7%, vendendo 15 076 unidades o ano passado. A Renault também foi a líder de vendas em Portugal.

27º – HOLANDA – VOLKSWAGEN POLO – (14 757 UNIDADES)

As vendas de carros novos na Holanda cresceram incríveis 68,5% face a 2017. O líder de vendas é o Volkswagen Polo, com 14 757 unidades vendidas, que tornou a VW líder de mercado com 11,3%. O mercado holandês surpreendeu com o Jaguar i-Pace a ter uma quota de mercado de 13,1% em dezembro de 2018 e a Tesla a conhecer um aumento de 161,7% nas vendas.

28º – NORUEGA – NISSAN LEAF – (12 303 UNIDADES)

A Noruega é um mercado que está, assumidamente, a virar elétrico e por isso não espanta que o modelo líder seja o Nissan Leaf, com mais de 12 mil unidades vendidas em 2018. CLm isso, a Nissan é a terceira marca mais vendida, atrás de Volkswagen e Toyota, que conheceram perdas significativas de vendas em 2018. Os carros elétricos representam, já, 60,2% das vendas de veículos novos.

29º – CHILE – MITSUBISHI L200 – (11 312 UNIDADES)

Pais agrícola e com muitas estradas em terra, o Chile é um mercado em expansão, mas aquelas características explicam porque razão o carro mais vendido, num mercado que cresceu 15,6% em 2018 face a 2017, seja uma pick-up, no caso, a Mitsubishi L200. A liderança da L200 sobre a Toyota Hiliux é grande, pois o modelo da Toyota perdeu 4,1% de vendas no ano passado.

30º – HUNGRIA – SUZUKI VITARA – (11 123 UNIDADES)

O mercado húngaro cresceu 17,5% em 2018 e na liderança do mercado está o Suzuki Vitara, que alcançou este desiderato pelo terceiro ano consecutivo. O Vitara cresceu 26,6% as suas vendas em 2018 e foi o primeiro modelo, desde o Suzuki Swift em 2007, a vender mais de 10 mil unidades na Hungria. São 8,1% de quota de mercado, ajudando a Suzuki a dominar com 14,1% do mercado. O Vitara é construído localmente na fábrica de Esztergom.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)