“The New York Times” descobriu como o ditador da Coreia do Norte obteve os seus Mercedes blindados

By on 18 Julho, 2019

Uma investigação levada a cabo pelo jornal americano “The New York Times”, descobriu a forma como Kim Jong-un comprou os seus Mercedes blindados.

Tudo começou quando em abril a Associated Press perguntou à Mercedes quando e como vendeu carros ao ditador norte coreano. A resposta foi surpreendente: a Daimler não faz a mínima ideia como é que Kim Jing-um comprou os seus carros, pois as vendas de produtos de luxo para a Coreia do Norte estão proibidas ao abrigo das sanções impostas pelas Nações Unidas.

Esta resposta levou o “The New York Times” a investigar como é que os carros chegam á Coreia do Norte.

Tudo começa no porto de Roterdão, Holanda, onde um par de Mercedes blindados são carregados para dentro de um barco. Após 41 dias no mar, os dois carros chegam à China, onde são enviados para o Japão, em barcos separados. Depois passam para outro navio e chegam á Coreia do Sul. 

Chegados à Coreia do Sul, o barco que carrega os carros faz a trasfega para um barco russo que desaparece dos controlos navais depois de desligarem os sistemas que indicam onde navegam, para voltarem a surgir identificados em Vladivostok, na Russia. Nesse mesmo dia, um avião de transporte sai da Coreia do Norte e vai buscar os carros a Vladivostok.

Ou seja, se para comprar dois Mercedes é usado este intricado esquema, quem pode dizer com toda a certeza que os mesmos meios e os mesmos amigos não são usados para importar outros bens e até combustíveis?

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)