Volkswagen adia lançamento do novo Golf devido a problemas técnicos

By on 14 Março, 2019

Está confirmado o adiamento do lançamento da oitava geração do VW Golf, pelo que não estará em Frankfurt como inicialmente previsto.

A digitalização desta oitava geração do Golf tem estado a dar algumas dores de cabeça ao departamento de pesquisa e desenvolvimento da marca alemã. Tudo porque o Golf terá um painel de instrumentos totalmente digital e conectividade com o exterior permanente, por exemplo, características fundamentais, no entender da VW, para tornar o carro tão apelativo que trave a hemorragia de clientes que se lançam nos braços dos crossover e dos Premium do segmento como o BMW Série 1 ou o Mercedes Classe A. 

Porém, esta ousadia está a causar valentes dores de cabeça, com problemas atrás de problemas, tantos que, de acordo com o jornal Bild, provocaram o atraso no lançamento do modelo, citando fontes próximas do conselho de administração da marca de Wolfsburg.

Já a Volkswagen veio dizer que tem enfrentado algumas dificuldades técnicas que precisam de ser retificadas e que têm origem na natureza muito avançada dos sistemas aplicados, mas tem negado, até agora, que o lançamento do Golf seja adiado devido a essas dificuldades. Porém, confirma que o carro só será lançado em 2020, evitando a época natalícia, onde as vendas são menores que nos outros meses do ano.

Em declarações ao Automotive News Europe, Juergen Stackmann, patrão das vendas e do marketing da VW, sustentou que “refletimos e acreditamos que é melhor adiar até ao início do próximo ano o lançamento do novo Golf. Isso não tem nada a ver com problemas de produção ou outros. É uma decisão puramente comercial, pois não colocamos carros debaixo da árvore de Natal quando ninguém está a prestar atenção.”

O plano original, agora alterado, dizia quer o Golf MK8 seria lançado no Salão de Frankfurt, em setembro, e o ID Hatchback, o primeiro modelo da gama elétrica da marca alemã, semanas depois. Rescrito o guião, o Golf é empurrado para uma apresentação mundial aos jornalistas nas últimas semanas de 2019, ficando o foco do espaço da VW em Frankfurt no I.D. “Assim, damos aos Golf a exclusividade que ele merece” comentou Stackmann.

Veremos se os problemas eletrónicos encontrados serão resolvidos a tempo deste novo calendário, sendo certo que a VW precisa muito do novo Golf, que terá mais “software” a bordo que anteriormente, estando permanentemente “online” e com vários sistemas de conectividade, podendo muitas das funções assumidas por botões desaparecerem em favor de ecrãs sensíveis ao toque.

As vendas do VW Golf na Europa, em 2018, resvalaram 10% para 415 782 unidades, com o e-Golf a crescer vendendo 29 972 carros. Mas este será um dos modelos que não vai regressar com a oitava geração, pois já há o I.D. Hatchback.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)

Deixe um comentário

Please Login to comment