Volvo revela XC40 Recharge, um SUV com 408 CV e uma autonomia superior a 400 km

By on 16 Outubro, 2019

O AUTOMAIS já lhe tinha contado que a Volvo tinha criado uma submarca para os seus veículos elétricos chamada Recharge. Aqui está o primeiro produto Recharge, o XC40.

As especificações do XC40 não deixam de impressionar: duplo motor elétrico com 408 CV, capacidade de carregar 80% da bateria em 40 minutos num carregador rápido e uma autonomia, segundo o protocolo WLTP, superior a 400 quilómetros.

O XC40 Recharge é o primeiro veículo elétrico da Volvo e vai juntar-se à gama do XC40 com motores a gasolina e híbrida Plug In, estando à venda em 2020. É, também, o primeiro de cinco modelos totalmente elétricos que a casa sueca vai lançar nos próximos cinco anos, com a Volvo a ter como objetivo conseguir que 50% das suas vendas sejam de modelos elétricos, os restantes serão de modelos híbridos. Todos os modelos elétricos e híbridos passam a ser conhecidos como Recharge.

O XC40 tem dois motores elétricos (204 CV cada um), um em cada eixo, e um binário combinado de 660 Nm. O que permite acelerar dos 0-100 Km/h em 4,9 segundos com a velocidade limitada aos 180 km/h, algo que a Volvo já tinha anunciado. Recordamos que a casa sueca já tinha dito que os seus carros vão ter velocidade limitada aos 180 km/h.

A bateria do XC40 Recharge é uma unidade de 78 kWh, localizada no piso do veículo, o que permite uma autonomia superior a 400 km. Pode ser recarregado em carregadores entre 11 e 150 kW, recarregando 80% em 40 minutos. No que toca ao estilo, o carro está praticamente na mesma, excetuando a frente fechada, os logótipos Recharge, tendo a tomada para ligar ao carregador no mesmo local onde está a entrada para o depósito a gasolina ou gasóleo.

Tendo como base a plataforma CMA (Compact Modular Architecture), a mesma do XC40 convencional, o Recharge tem as mesmas dimensões (4425 mm de comprimento, 2034 mm de largura) mas devido às baterias, a distância ao solo reduziu-se para 175 mm (211 mm no modelo convencional). Igualmente devido ás baterias, o XC40 Recharge tem uma bagageira mais pequena (de 460 para 413 litros), compensada com o “frunk”, um espaço de 31 litros localizado na frente, aproveitando o facto de não haver motor no eixo dianteiro. O peso é um dos maiores problemas: um XC40 “normal” pesa 1497 kgs, o XC40 Recharge acusa 2150 kgs na báscula. 

O Volvo XC40 Recharge é, também, o primeiro Volvo a exibir o novo sistema de info entretenimento alimentado pelo sistema operativo Google Android, incluindo o Volvo On Call. Para dinamizar as vendas, a Volvo alterou o processo e quando entrar (a partir de janeiro de 2020) no sítio de internet, ser-lhe-á perguntado se quer um modelo elétrico, sendo proposto um alargado leque de incentivos financeiros desenhados para encorajar a compra de um veículo elétrico.

Em Portugal só poderá comprar o XC40 Recharge em 2021, pois Portugal só vai entrar na segunda fase de produção, pois há outros mercados que receberão já em 2020 o XC40 Recharge. Por outro lado, a Volvo anunciou que a partir de amanhã, se comprar um híbrido, ou melhor, um modelo Recharge híbrido Plug In, a Volvo fará as contas á eletricidade que usou em modo elétrico e devolverá o dinheiro após 12 meses de utilização.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)