VW Golf está, finalmente, pronto e será lançado em fevereiro de 2020

By on 26 Abril, 2019

A oitava geração do Volkswagen Golf começou com o pé esquerdo, de tal forma que o seu lançamento teve de ser adiado para 2020, mais concretamente, para fevereiro. Cortesia de problemas nos sistemas eletrónicos do carro, inclusive a atualização de software através da “cloud”, ou como agora se diz na gíria automobilística, atualizações pelo ar (OTA).

O carro está pronto há algum tempo e até já foi apanhado sem camuflagem, mas os problemas com as suas avançadas características digitais têm sido vários e não de fácil resolução. Mas como referiu Juergen Stackmann, o patrão da marca Volkswagen, “o Golf está dentro dos limites estabelecidos em termos de eliminação de falhas e defeitos.” Mas disse mais. Revelou que a oitava geração do VW Golf será lançada na nona semana de calendário de 2020, ou seja, a semana que começa no dia 24 de fevereiro. Claro que o mercado alemão será o primeiro a ser servido, seguindo-se os restantes mercados do Velho Continente, pouco depois.

Sabe-se, já, que os grandes problemas do Golf MK8 estão nas funcionalidades online e nos problemas de software. Stackmann não esconde que essas foram, até agora, enormes dificuldades. “Nunca escondemos o facto do software, uma área de extrema importância para os produtos do futuro, ser um sério desafio para nós. Fizemos o nosso trabalho de cada, mas a verdade é que a pressão sobre as diversas equipas não ajudou.”

Pressionado pelos jornalistas no Salão de Xangai, Juergen Stackmann, acabou por confirmar que muitos dos problemas encarados pelos engenheiros estavam ligados aos problemas de software e da sua capacidade em se atualizar via “cloud”, estando muito vulnerável aos “hackers”.

“Devido à conectividade online, existe muito mais software que antigamente, especialmente na área da segurança e isso é um enorme desafio pois um carro não está fechado num ecossistema. E se um cliente pode ficar chateado se o seu ‘smartphone’ não funciona, no dia seguinte vai á loja e resolve facilmente o seu problema, num carro é diferente: se algo corre mal pode ser crítico, pelo que as exigências de segurança são muito maiores” lembrou o responsável da VW.

Percebem-se estas preocupações, pois a oitava geração do Golf tem mais linhas de código que o Golf da sétima geração que, por sua vez, já tinha 10 vezes mais linhas de código que um “smartphone”. Além disso, as atualizações pela “cloud” podem violar princípios de homologação e leis comunitárias. Imaginem que a atualização adiciona algo que tem de ter a aprovação das autoridades para ser considerado como homologado. É nisto que a VW tem estado a trabalhar e também com as autoridades.

Lembramos que Volkswagen é o modelo mais vendido na Europa e a VW e que deverá produzir este ano 10 mil unidades, antes das 80 mil/ano previstas.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)