VW revê em baixa previsão de vendas em 2020 face à desaceleração da indústria

By on 19 Novembro, 2019

A travagem do consumo em mercados como a China fez arrefecer as expetativas dos responsáveis das vendas da VW e forçaram uma revisão em baixa da previsão de vendas para 2020.

O corte é significativo: a previsão anterior dizia que o volume de negócios teria um crescimento de 25%, agora desceu para os 20% em comparação com 2016. E a Volkswagen espera que algumas áreas de negócio possam ter, ainda, maior quebra. Herbert DIess, o CEO da Volkswagen, referiu numa vídeo conferência com analistas e investidores, que “estamos a enfrentar uma deterioração do ambiente do mercado.”

Na revisão das previsões para 2020, a VW não baixou a antevisão da margem de lucro operacional e o objetivo de vendas será igual em 2021 a 2020. Frank Witter, o CFO (diretor financeiro) da Volkswagen, referiu na mesma conferência que “o grupo é muito resiliente” apesar dos ventos contrários que a indústria automóvel está a enfrentar. “Uma rígida disciplina na utilização dos recursos e na despesa, continua a ser necessária para alcançarmos os objetivos a longo prazo” lembra a VW.

O construtor alemão reduziu a sua previsão de vendas devido ao arrefecimento generalizado da economia mundial e, também, no consumo em algumas regiões importantes. 

Apesar de tudo isto, a VW vai alocar 60 mil milhões de euros para futuros desenvolvimentos na área da mobilidade elétrica e na digitalização, nos próximos cinco anos. Isto inclui, como o AUTOMAIS já tinha revelado, duplicar o investimento anual para 14,4 mil milhões de euros.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)