Aiways inaugura centro técnico em Munique, liderado por Zeeshan Shaikh

By on 16 Novembro, 2022

O novo centro de desenvolvimento da Aiways na Europa foi inaugurado na cidade de Munique e inclui uma equipa de 30 engenheiros, técnicos e gestores de produto.

A expansão da Aiways para a Europa parece estar a ficar cada vez mais séria. E enquanto o seu segundo modelo não chega ao mercado, acaba de inaugurar o seu centro técnico europeu, em Munique, com uma equipa liderada por Zeeshan Shaikh, engenheiro com ampla experiência no setor automóvel e em marcas como a Valeo e a BMW. Além disso, Shaikh é especialista em mobilidade elétrica, possui experiência no desenvolvimento de grupos propulsores híbridos e elétricos, bem como na certificação de sistemas de alta tensão e na simulação, calibração e validação de sistemas de veículos.

Com a sua formação altamente especializada na Índia e em França, aliada a uma vasta experiência no setor automóvel, Zeeshan Shaikh permite uma ligação perfeita com as nossas equipas em Xangai“, salienta o vice-presidente executivo das Operações Internacionais da Aiways, Alexander Klose. “Os requisitos legais cada vez mais complexos e o elevado ritmo de desenvolvimento no setor de mobilidade elétrica exigem uma estratégia inteligente em termos de engenharia para se obter a mais elevada qualidade do produto. O centro técnico em Munique assume um papel fundamental no cumprimento desse objetivo”.

Distâncias curtas e hierarquias horizontais

A equipa internacional de Shaikh é constituída por um total de 30 engenheiros, técnicos e gestores de produto, cooperando diretamente com especialistas em pós-venda. Juntos, são responsáveis pela adaptação dos veículos Aiways recém-desenvolvidos ao mercado europeu e pelo desenvolvimento contínuo de modelos que já se encontrem em comercialização. As linhas de comunicação curtas e as hierarquias horizontais na sede europeia em Munique constituem uma grande vantagem. Todos os departamentos estão em permanente coordenação direta entre si, resultando num ritmo elevado e numa grande eficiência. A diferença de fuso horário para as equipas em Xangai é um fator benéfico. Por exemplo, os pacotes de dados dos colaboradores na China são enviados no final do seu dia de trabalho para que a validação e os testes possam ser realizados em Munique ao longo do dia de trabalho na Alemanha e vice-versa. Todas as mudanças e melhorias podem então ser incorporadas no desenvolvimento no dia útil seguinte na China, ou seja, durante a noite em Munique.

Ambiente de trabalho atrativo

A metodologia de trabalho da colaboração intercontinental adequa-se de forma ideal a um rápido crescimento da gama de modelos. Após o sucesso do SUV Aiways U5, o SUV-Coupé Aiways U6 é agora o segundo modelo a ser lançado. No futuro, será adicionado todos os anos um modelo novo ou completamente revisto, resultando numa procura correspondente de pessoal nas instalações de Munique. É por isso que Zeeshan Shaikh está convicto de que a Aiways é um empregador atraente, não apenas para jovens licenciados, mas também para técnicos experientes: “Na Aiways, somos uma equipa jovem e ágil. Os nossos veículos são fabricados com base numa plataforma inovadora que oferece possibilidades de desenvolvimento quase ilimitadas. Esta liberdade técnica, aliada ao elevado nível de responsabilidade pessoal nos projetos, garante uma grande motivação para todos os membros da equipa”.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)