Aqui está o Ford Mustang Mach-E com 1400 CV oferecidos por sete motores elétricos!

By on 21 Julho, 2020

Tínhamos falado hoje de manhã que a Ford iria apresentar algo poderoso feito com base no Ford Mustang Mach-E. Aqui está ele com sete motores elétricos e 1400 CV!

O protótipo que foi desenvolvido pela Ford Performance e pela RTR Vehicles, a empresa de personalização de Vaughn Gittin Jr., ao longo de 10 mil horas de trabalho, tendo sido desenvolvido para ser usado em pista, no “drift” e na “Gymkhana” do Ken Block. 

Para Mark Rushbrook, patrão da Ford Perfomance, o Mustang Mach-E 1400 “é uma plataforma de exibição daquilo que é possível fazer com um veículo elétrico.” As diferenças para o carro de série são, claro, enormes: o carro de estrada pode ter dois motores, este tem 7 motores, três agarrados ao diferencial dianteiro e quatro pendurados no eixo traseiro em forma de panquecas (!). Uma única árvore de transmissão liga os motores aos diferenciais, com um acerto que foi pensado para oferecer à cadeia cinemática maior ajustabilidade consoante a utilização.

O chassis é feito a partir de uma carcaça saída da linha de produção sem tratamento, sendo alterada para acomodar os diferenciais, permitindo que o carro tenha tração traseira, dianteira ou integral, com a facilidade de enviar toda a potência para um eixo ou dividi-lo igualmente entre os dois. O carro pode armazenar a energia vinda da travagem e tem ABS e controlo de estabilidade.

A bateria tem 56,8 kWh que utiliza níquel, manganésio e cobalto nas diversas células, que a Ford reclama oferecer uma performance muito maior e elevadas taxas de descarga. O sistema é refrigerado de uma corrente dialétrica durante o carregamento, o que diminui o tempo entre utilizações.

A carroçaria do carro é, diz a Ford, uma plataforma de testes para novos materiais, incluindo um capô feitos de fibras orgânicas compostas. Tudo o resto é feito em fibra de carbono, tendo o estilo do Mustang Mach-E sido “massajado” para oferecer elevados níveis de “downforce” sendo, diz a Ford, capaz de carregar o carro com uma tonelada de força descendente a 250 km/h.

O carro está pensado para ter várias afinações para utilização em pista, em provas de “drift”, sendo que este último tem diferenças na frente para oferecer um ângulo de viragem maior, o travão de mão foi otimizado que desliga os motores traseiros quando é usado. 

O Ford Mustang Mach-E 1400 será revelado ao público no próximo fim de semana na corrida do Kansas da Nascar e será mais uma demonstração daquilo que pode ser feito com a eletricidade, depois do Mustang Cobra Jet, um carro para as corridas de Dragster. Ou seja, a Ford e a Ford Performance acreditam que a mobilidade elétrica tem capacidade para ser bem-sucedido na competição.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)