Audi e-tron evolui e reserva a designação Q8 para esta sua nova geração

By on 9 Novembro, 2022

Conhecido como Audi e-tron e como a primeira experiência da marca no mundo dos automóveis 100% elétricos, o maior dos SUV da Audi acaba de requisitar a designação Q8.

A caminho dos cinco anos de mercado e com mais de 150 mil unidades já comercializadas, o Audi e-tron estava a desejar uma pequena atualização de forma a acompanhar as tendências de mercado mais recentes e adotar as últimas tecnologias que a marca dos anéis tem integrado nos seus modelos. E agora, ela aqui está, a versão mais atualizada do e-tron passa a chamar-se Q8 e-tron, conta com dois formatos de carroçaria (normal e Sportback) e até uma opção mais desportiva, o SQ8, capaz de superar os 500 cavalos de potência.

Visualmente, as diferenças não são radicais, sendo possível reconhecer muitas das linhas do modelo original. No entanto, é fácil perceber que o sistema de iluminação voltou a evoluir, havendo mesmo um novo Digital Matrix LED, capaz de projetar imagens à nossa frente e até dar uma ajuda a central o carro em situações mais apertadas, novos elementos que são característicos da família de automóveis totalmente elétricos, com destaque para a grelha dianteira iluminada e até a nova imagem corporativa da Audi.

Para esta nova geração do seu SUV topo da gama, a Audi tem disponíveis três opções de motorização nos dois formatos de carroçaria, todas elas com um motor elétrico em cada eixo e, por isso, quatro rodas motrizes. A versão de acesso é o 50 e-tron, com uma potência máxima de 340 cavalos e uma autonomia em torno dos 500 quilómetros. A segunda opção recebe a designação 55 e-tron, que se traduz numa potência de 408 cavalos e 664 Nm de binário, e inclui uma autonomia máxima de 600 quilómetros. No topo da oferta está a opção mais desportiva da gama, o SQ8, também com dois motores, mas com uma potência máxima de 503 cavalos e um binário de 973 Nm. Neste caso, a autonomia fica também em torno dos 500 quilómetros, variando consoante o formato de carroçaria, mas as prestações são as melhores da gama, mesmo com uma velocidade máxima limitada a 210 km/h. Tudo isto deve-se, essencialmente, à presença de um novo conjunto de baterias com uma capacidade bruta de 114 kWh, que pode ser carregada até uma potência máxima de 170 kW.

No capítulo do habitáculo e do conforto, um dos maiores destaques é a presença da suspensão pneumática em todas as versões, que consegue um excelente compromisso entre o conforto e uma atitude mais dinâmica, à qual nem sequer falta um novo sistema de vectorização de binário. Mas a bordo do novo Audi Q8 e-tron estão também presentes todas as soluções de conectividade mais recentes da marca, monitores táteis de resolução mais elevada e até uma nova palete de materiais com diversas soluções de origem mais sustentável.

A chegada ao mercado está prevista para a próxima Primavera, com as encomendas a ficarem disponíveis ainda durante este mês. Na Alemanha, os preços começam nos 74.400 euros.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)