Daimler aprofunda relações com os chineses da CATL

By on 7 Agosto, 2020

O gigante alemão vai reforçar a sua ligação com o fabricante de baterias chinês CATL, para inventar a bateria que seja capaz de oferecer uma autonomia de 700 km.

Em comunicado, a Daimler diz que a parceria verá as duas empresas alinharem-se para desenvolverem uma nova bateria e bloquear o fornecimento de células para sistemas de baterias. “Temos a intenção de liderar na tecnologia de baterias, pelo que combinamos a pesquisa interna com a capacidade dos nossos parceiros” disse Markus Schafer, membro do conselho de gestão da Daimler AG e da Mercedes e responsável pelo departamento de pesquisa e desenvolvimento e COO da Mercedes Benz.

Acrescentou que “iremos integrar tecnologia de ponta em baterias para criar produtos de luxo com alargada autonomia, velocidade de carga, segurança e sustentabilidade. Trabalhar com a CATL via permitir acelerar a nossa transformação rumo à neutralidade carbónica. A CATL será o nosso maior fornecedor, sendo capaz de assegurar células para as próximas gerações dos nossos produtos EQ nos anos à frente.”

O Mercedes EQS será o primeiro modelo 100% elétrico com uma autonomia superior a 700 km sob o protocolo WLTP, já equipado com as novas células CATL. Recordar que a Daimler tem acordos de fornecimento com outras empresas como a SK Innovation, LG Chem e Farasis.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)