DHL e Deutsche Post acabam com veículo elétrico de entregas feito em colaboração com a Ford

By on 9 Março, 2020

Após gastarem 100 milhões de euros num negócio feito com a Ford para produzir carrinhas ligeiras de distribuição de correio e encomendas com motorização elétrica, a Deutsche Post decidiu acabar com a parceria.

Foi a primeira parceria entre uma marca de automóveis e uma empresa de distribuição para oferecer um veículo comercial elétrico. Mas após vários anos de investimento no desenvolvimento e na produção do veículo comercial elétrico, a empresa de correios alemã decidiu desligar a ficha do projeto. O diretor financeiro da Deutsche Post e da DHL, Melanie Kreis, referiu que a aventura provocou perdas de 100 milhões de euros!

Segundo a Bloomberg, a Deutsche Post pensou vender o negócio com a Ford, depois foi em busca de um parceiro que tornasse o negócio do “StreetScooter” (assim se chama a carrinha elétrica dos correios) rentável.

A empresa chegou, mesmo, a contratar um ex-diretor da Tesla para expandir o negócio e as vendas do modelo e fazer uma fábrica na China em colaboração com a Chery. Porém, nada funcionou e a decisão de acabar com tudo vai levar a Deutsche Post a pagar aos parceiros e a acabar com a parceria e com todo o projeto.

Recordamos que a “StreetScooter” foi vendida a operadores de frota e outros parceiros, sendo utilizada pela própria DHL e pelo Deutsche Post, como veículos da sua frota de distribuição. Mas o negócio não rendeu e por isso a produção do “StreetScooter” vai terminar no final do ano, depois do projeto ter custado entre 300 e 400 milhões de euros. A DHL e a Deutsche Post utilizam cerca de 11 mil unidades do veículo, sendo que ainda este ano vão ser adicionados mais alguns milhares de modelos.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)