Mercedes adiciona SUV de luxo à sua família de modelos totalmente elétricos

By on 19 Abril, 2022

Depois do EQS e do EQE, a Mercedes adiciona um terceiro modelo ao topo da oferta em termos de modelos elétricos. E agora, com o tão desejado formato de SUV com sete lugares.

A Mercedes-EQ acaba de apresentar o seu primeiro SUV de luxo, que inclui sete lugares no habitáculo e soluções mecânicas muito semelhantes às do EQS que já conhecemos. Apesar disto, o formato é mesmo um dos principais trunfos, uma vez que o desenho que caracteriza esta nova família de modelos parece estar agora na proporção e no formato para o qual foram idealizados.

A bordo, são sete os lugares disponíveis, sendo que em termos de espaço, os mais de 3,2 metros de distância entre eixos quase que garantem que ninguém vá ter problemas neste campo. E depois, há um patamar de luxo e de conforto igual ao que a Mercedes costuma adicionar aos seus topos de gama, não faltando um sistema de filtragem do ar para que este seja o mais limpo possível, nem um sistema de som desenvolvido pela Burmester e afinado especificamente para o novo tamanho de carroçaria.

Na frente, é o conjunto de três enormes monitores que mais se destacam, aqueles a que a marca chama de MBUX Hyperscreen, mas atrás, também há novas forma de entretenimento, com monitores adicionais ou mesmo soluções de comando tátil na consola central, com o objetivo de controlarem a maioria dos sistemas. E depois, há ainda mais dois lugares lá atrás que também não foram esquecidos em termos de conforto e espaço, sendo que a marca garante que estes trunfos para os sete passageiros.

Por se tratar de um SUV, em que a maioria das versões inclui um sistema de quatro rodas motrizes, a marca adicionou o modo de condução off-road, que gere a tração da melhor forma possível quando a qualidade do piso não é das melhores. E graças ao sistema de rodas direcionais no eixo posterior, a agilidade e a capacidade de manobra deste modelo ficam garantidas em cidade ou estrada ou mesmo longe do asfalto. E para que nada falte, a suspensão Airmatic também inclui os modos que privilegiam o conforto e os que aumentam a distância ao solo para os caminhos mais desafiantes.

Em termos de motorizações, a gama do EQS SUV é muito semelhante à do EQS, começando com uma versão de tração traseira com 360 cavalos de potência e uma 4Matic com tração às quatro rodas e o mesmo patamar de potência. Acima destes, estará também disponível uma versão EQS 400, com 544 cavalos e quatro rodas motrizes e não será difícil prever a inclusão de uma versão desenvolvida pela AMG, tal como acontece com o EQS e com o EQE.

A condução em modo puramente elétrico vai variar consoante a versão do EQS, podendo ir dos 536 aos 660 quilómetros de autonomia máxima. Os 12 módulos de bateria oferecem uma capacidade de 107,8 kWh e inclui a possibilidade de atualização OTA (over the air), para que o sistema de gestão de energia esteja sempre atualizado. E este é também o sistema que poderemos usar para adquirir mais funcionalidades para o sistema se assim o desejarmos. Entre elas, está a possibilidade de obter um maior ângulo de viragem das rodas traseiras (até dez graus) ou a instalação de diversos sistemas de segurança, entre outras soluções.

A produção do novo Mercedes-EQ EQS SUV será efetuada na fábrica de Tuscaloosa, nos Estados Unidos, enquanto as baterias serão produzidas numa fábrica inaugurada o mês passado em Bibb County, muito próximo da fábrica.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)