Mustang da Charge é a reinterpretação elétrica do clássico americano

By on 15 Março, 2022

A Charge concebeu uma versão moderna e licenciada do Ford Mustang Fastback 1967 e equipou-a com um sistema elétrico mais adaptado à época em que vivemos.

A Charge já tem disponível para encomenda o seu novo Electric Mustang, baseado nas formas do Ford Mustang Fastback de 1967. Não se trata de uma conversão de um clássico e sim de uma construção totalmente nova, numa carroçaria produzida artesanalmente no Reino Unido e licenciada oficialmente pela Ford.

A empresa britânica desafia os proprietários de cada um destes 499 modelos a personalizá-lo da forma que mais gosta, com o objetivo de criar uma maior ligação. Os artesãos da Charge estarão preparados para os maiores desafios, pois também eles adoram o mundo dos automóveis e têm uma paixão incrível no que fazem.

Cada um dos Electric Mustang estará equipado com componentes modernos e com um habitáculo de visual mais contemporâneo, rico em detalhes e contruído com uma enorme atenção a cada detalhe.

A bateria de 64 kWh alimentará um sistema elétrico com mais de 540 cavalos de potência e um binário de 1.500 Nm. A tração é feita às quatro rodas e a autonomia consegue superar os 300 quilómetros.

As encomendas já se encontram disponíveis na página oficial da Charge, sendo que o valor base para cada um destes Mustang é de 350 mil libras.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)