Polestar 3 tem apresentação marcada para o próximo dia 12 de outubro

By on 29 Setembro, 2022

O segundo modelo de grande produção da marca Polestar vai ser apresentado daqui a duas semanas e será um SUV elétrico de visual e características mais desportivas.

Depois de um muito exclusivo Polestar 1 e de um bem-sucedido Polestar 2, chegou o momento de conhecermos a versão de produção do Polestar 3, um SUV de características mais desportivas e, claro, alimentado em exclusivo por eletricidade.

Vai usar uma nova base tecnológica desenvolvida em conjunto com a Volvo Cars e uma nova experiência de utilização, uma vez que este será o modelo que vai estrear a computação central desenvolvida pela NVIDIA, anunciada há uns meses.

Tal como é referido por Thomas Ingenlath, CEO da Polestar: “Tivemos de nos perguntar: como deverá ser um SUV moderno? O Polestar 3 define o que é um SUV para a era elétrica e, ao projetá-lo, abordámos alguns dos fundamentos do arquétipo: proporções, postura e aerodinâmica”.

A performance é um fator chave para a Polestar, que vai muito para além da aceleração em linha reta. Todas as versões de lançamento, apresentam um motor duplo com sistema de torque elétrico através de um sistema de dupla embraiagem no motor elétrico traseiro.

Este conjunto propulsor irá encontrar, de série, uma suspensão pneumática adaptativa de dupla câmara e amortecedores ativos, o que permitirá ao Polestar 3 alternar entre o conforto e a dinâmica proporcionada por uma suspensão firme, ajustando os amortecedores para se adaptarem às condições da estrada uma vez a cada dois milissegundos (500 Hz).

Thomas Ingenlath acrescenta ainda que: “É esta capacidade instantânea de se transformar, em menos de um piscar de olhos de um modelo estradista confortável para um automóvel com um desempenho ágil e acutilante que torna o Polestar 3 um SUV elétrico tão especial, de performance elevada. Beneficia também de um centro de gravidade baixo e de uma base larga para uma estabilidade máxima, e uma sensação excitante ao volante“.

As melhores prestações deste modelo ganham ainda mais expressão nas versões que estiverem equipadas com o Pack Performance opcional, que permite uma potência máxima de 380 kW (517 cv) e 910 Nm, em conjunto com a afinação disponibilizada pelos amortecedores ativos e pela suspensão pneumática proporcionada pela engenharia do chassis Polestar. Este Pack inclui ainda os detalhes em dourado na assinatura Polestar e pormenores nas tampas das válvulas, nos cintos de segurança e na luz interior com uma faixa gravada a laser.

A Polestar já divulgou a primeira imagem da versão final deste modelo. O resto, vamos conhecer na apresentação do próximo dia 12, que será transmitida online aqui mesmo:

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)