Polestar chega finalmente ao mercado nacional, com uma forte aposta no Polestar 2

By on 20 Maio, 2022

A nova marca de automóveis elétricos de origem sueca destinados a um segmento premium está finalmente em Portugal. O primeiro modelo a ser comercializado é o Polestar 2.

Basta olhar para os modelos da Polestar e perceber que há uma ligação à Volvo. Afinal, a Polestar pertence ao mesmo grupo e tem a Volvo Cars como origem. No entanto, o funcionamento desta nova marca tem sido feito mais ou menos de uma forma independente. Em Portugal, por exemplo, contam com uma estrutura própria e, uma vez que as encomendas são efetuadas exclusivamente online, também não é necessária a implementação de uma rede de concessionários, antes de começar a comercializar automóveis.

Para quem ainda não se sente muito à-vontade com as compras online, especialmente a de um novo automóvel, os espaços da marca podem ser uma alternativa a considerar, pois é aqui que podemos descobrir todos os detalhes sobre os modelos da Polestar e falar com os especialistas da marca para tirar todas as dúvidas. Para já, o mais próximo está localizado em Genebra, na Suíça, mas o primeiro Polestar Destination em solo nacional deverá ser inaugurado até ao final do ano na cidade do Porto, seguindo-se Lisboa pouco depois.

Seja como for, o acesso aos mesmos, mesmo que seja apenas para um Test-Drive, pode ser feito através do site da marca em www.polestar.com/pt, onde também constam todas as informações sobre a gama de modelos da Polestar, sejam os que já não se podem comprar, como o exclusivo Coupé Polestar 1, ou as novas apostas que iremos conhecer no futuro.

Tal como é referido por Miguel Pinto, o Diretor Geral da Polestar Portugal, “o mercado de automóveis elétricos em Portugal está em crescimento, trazer a Polestar para o país foi um passo lógico para a marca. Estamos entusiasmados por trazer uma opção genuinamente atrativa para o segmento premium compacto e por oferecer aos portugueses um automóvel elétrico inovador e sustentável que se apresenta como uma alternativa aos atuais automóveis a gasolina ou diesel”.

O grande destaque, como não poderia deixar de ser, é assim o Polestar 2, o modelo de cinco portas da marca, totalmente elétrico, que já está disponível para encomenda com um preço que começa nos 49.900 euros. A sua gama é composta por três versões, que diferem em termos de desempenho e autonomia. Na versão base, está presente um único motor elétrico com uma potência de 231 cavalos, alimentado por uma bateria de 69 kWh que permite uma autonomia máxima de 474 quilómetros. Na segunda opção, o motor é o mesmo, mas a bateria com uma capacidade acrescida de 78 kWh, faz com que a autonomia máxima passe para os 542 quilómetros. No topo da oferta está a versão que inclui a mesma bateria de 78 kWh, mas com dois motores elétricos, um em cada eixo, conseguindo oferecer uma potência máxima de 408 cavalos. É a opção com as melhores prestações, mas, neste caso, a autonomia máxima é de 482 quilómetros.

No que diz respeito ao equipamento, o Polestar 2 já inclui diversos elementos no equipamento de série que normalmente são fornecidos apenas como opção. Entre eles, está o sistema de som de elevada qualidade desenvolvido especificamente para este modelo, que oferece uma potência máxima de 250 watts e está perfeitamente integrado no habitáculo. Além disso, está presente um sistema de iluminação totalmente em LED e com uma assinatura visual muito própria, espelhos retrovisores exteriores sem moldura e rebatíveis eletricamente, jantes de liga leve de 19 polegadas, Google integrado no monitor central de 11,2 polegadas e com atualizações OTA, chave digital através da aplicação da Polestar, assentos dianteiros com comando elétrico e aquecidos e tantas outras coisas.

Se, no entanto, quiser personalizar um pouco o Polestar 2, a marca propõe três pacotes de equipamento específicos. O Pack Plus (4.500 €) inclui um enorme teto panorâmico em vidro, um sistema de som com a assinatura da Harman Kardon, o software de qualidade do ar a bordo e os assentos veganos WeaveTech, resistentes à água e à sujidade. Com o Pack Pilot Lite (2.500 €), são integrados diversos sistemas de assistência à condução, tais como o aviso da presença de veículos no ângulo morto, ou de tráfego ou peões a aproximar-se quando fazemos marcha-atrás, mas também o controlo de velocidade adaptativo com a manutenção automática da faixa de rodagem, as câmaras de 360 graus e a assistência lateral ao estacionamento. Finalmente, o Pack Performance (6.000 €) é o que está destinado a explorar as capacidades dinâmicas do Polestar 2 da melhor forma. Adiciona os amortecedores reguláveis da Öhlins, um sistema de travagem melhorado da Brembo, com discos ventilados e pinças em alumínio de quatro pistões e jantes de liga leve forjadas com 20 polegadas de diâmetro, terminando com o conjunto com os cintos de segurança de cor dourada, igual à das pinças dos travões, e que conferem um visual mais exclusivo ao habitáculo.

Este é apenas o primeiro passo da Polestar na sua entrada no mercado nacional, mas os seus planos de expansão para o futuro incluem a apresentação de um novo modelo a cada ano, ao longo dos próximos três anos. E dois deles, já podemos ter mais ou menos uma ideia que vão ser, descobrindo a oferta da marca na sua página online.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)