Porsche 911 elétrico não deverá ser opção. Nem agora e, talvez, nem nunca

By on 10 Novembro, 2020

Com quase 60 anos de vida, o Porsche 911 é um dos automóveis mais importantes da história e também um dos mais puros e focados na condução, reunindo por isso uma enorme legião de fãs à sua volta.

Assim, sendo um automóvel para puristas, fãs da configuração do motor de seis cilindros e da tração traseira, a hipótese de ser lançado um 911 puramente elétrico levá-los-ia ao desespero. Mas segundo Oliver Blume, CEO da Porsche, em entrevista ao site Bloomberg, essa possibilidade está longe de ser uma realidade num futuro próximo ou até mesmo para sempre.

Isto não significa que a Porsche não acredite na mobilidade elétrica, algo bem patente nos seus modelos híbridos e na sua berlina desportiva 100% elétrica, o Taycan. Mas para a Porsche, os veículos eletrificados devem serem desenhados propositadamente para isso. O Porsche 911 não se inclui nessa categoria.

Para além do Taycan, também o todo novo Macan terá uma versão puramente elétrica na gama. Mas um 911 “movido exclusivamente a eletrões” não deverá existir, deixando no ar a forte possibilidade de num futuro próximo o ícone de Estugarda vir a usar uma configuração híbrida de 400 V focada na performance.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)