Citroën ë-C4 X 136cv 50 kW – Ensaio Teste
Diesel, gasolina e elétrico: os vencedores do Green NCAP

Renault Mégane E-Tech totalmente elétrico está a chegar aos concessionários

By on 7 Setembro, 2022

Depois de alguma espera, o novo modelo da Renault 100% elétrico está finalmente a chegar aos concessionários, para que possa ser admirado e conhecido ao vivo.

Um dos modelos mais desejados da marca francesa dos últimos tempos está finalmente a dar entrada na rede de concessionários da Renault, respondendo à grande procura que tem tido ao longo dos últimos meses. De facto, e apenas no mercado europeu, o novo Renault Mégane E-Tech conta já com mais de 25 mil encomendas registadas desde a sua revelação.

Com um visual muito futurista e até arrojado, o novo Mégane E-Tech é a aposta perfeita para ostentar um nome que já é tão conhecido na marca e que sempre representou modelos importantes para a marca, capazes de dar origem a uma nova era. E neste caso, é justamente disso que se trata. As jantes de 20 polegadas e a linha de cintura mais elevada não o transformam num SUV, mas há alguns traços e características que o aproximam deste conceito, tão desejado pelos consumidores.

A nova plataforma CMF-EV, destinada em exclusivo a automóveis elétricos, tem o espaço central reservado para a bateria do sistema, fazendo com que as quatro rodas sejam o mais possível “empurradas” para as extremidades da carroçaria. E com esta configuração, não só o centro de gravidade do conjunto é mais baixo, devido ao peso da bateria, como o posicionamento das rodas e a maior distância entre eixos também contribui para uma dinâmica mais apurada.

Para este modelo, a Renault tem disponíveis duas configurações em termos de sistema elétrico. A primeira inclui um motor de 130 cavalos, sendo a melhor escolha para os trajetos mais urbanos e para os registos de consumo mais moderados, o que se traduz numa autonomia mais generosa. E a segunda acaba por ser a mais indicada para quem gosta de sensações mais exuberantes ao volante, oferecendo 218 cavalos de potência máxima e, por isso, melhores prestações. Para alimentar os dois sistemas, há também duas alternativas em termos de bateria, entre os 40 e os 60 kWh de capacidade, o que se traduz em autonomias entre os 300 ou os 450 quilómetros, respetivamente.

O silencia de funcionamento do sistema elétrico fez com que a marca se tivesse preocupado mais com o ambiente a bordo, e por essa razão, pode agora estar presente um sistema de som “Arkamys” como entrada na gama, ou um outro, desenvolvido pela Harman Kardon, com um amplificador de 410 W, nove altifalantes e cinco ambientes sonoros (Studio, Concert, Immersion, Club e Lounge).

O novo Renault Mégane E-Tech 100% elétrico já pode então ser visitado e testado nos concessionários oficiais da marca. A gama de preços começa nos 35.200 euros, quando equipado com a bateria de 40 kWh e o motor de 130 cavalos, ou a partir dos 40.200 euros, com a bateria de 60 kWh e o motor mais potente de 218 cavalos. Há seis cores disponíveis para a carroçaria e diversas hipóteses para o tejadilho e para os pilares, o que permite uma maior liberdade em termos de personalização.

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)