Volvo não acredita na retoma… para carros convencionais!

By on 25 Maio, 2020

Hakan Samuelson, CEO da Volvo, diz que os clientes não vão inundar os espaços de venda à procura de carros a gasóleo ou a gasolina, sendo a oportunidade de promover a mobilidade elétrica.

Diz o patrão da Volvo que seria um inocente se acreditasse que, de um momento para o outro, os espaços de venda fossem inundados de compradores depois do final do confinamento. Hakan Samuelsson deixou claro que a retoma não vai ser imediata para os carros convencionais, lançando a ideia que os incentivos ao abate para compra de carros convencionais é um desperdício de dinheiro.

Para o sueco, “a eletrificação andará mais depressa se aproveitarmos o ensejo para promover a nova tecnologia, pelo que seria uma ótima ideia os governos apoiarem os veículos elétricos, que por agora e nos próximos anos, serão mais caros.” 

Admitindo que a fraca procura depois do desconfinamento será o grande problema no recomeço da atividade, Hakan Samuelsson admitiu, numa conferência do Financial Times, que a sua principal fábrica, na Suécia, está num plano de trabalho de 3 dias por semana. 

“A procura na Europa está a 30% daquilo que é habitual, mas a procura na China está 20% acima do que era antes do vírus. Se estes sinais estiverem corretos, parece-me que pode haver uma boa retoma. Espero mesmo que seja esse o caso, porque qualquer coisa diferente será um desastre para o negócio” lembrou o CEO da Volvo.

Curiosamente, Hakan Samuelsson, o responsável de uma marca sueca detida por chineses, disse que esta crise revelou de forma clara que “a Europa e os Estados Unidos têm de apostar mais na industrialização, pois precisamos de fazer carros onde os vendemos e não podemos deixar que tudo seja construído na China!”

Ensaios: consulte os testes aos novos carros feitos pelos jornalistas do Auto+ (Clique AQUI)
Fichas Auto+: consulte as informações técnicas de todos os modelos à venda em Portugal (Clique AQUI)
Pesquisa: procure todos os modelos que pretende através do motor de Pesquisa Auto+ (Clique AQUI)