Smart EQ Fortwo Edition Bluedawn – Ensaio Teste

By on 17 Agosto, 2021

Smart EQ Fortwo Edition Bluedawn – Ensaio Teste

Texto: Guilherme André

Um novo “fato” para o citadino elétrico

A Smart vai mudar por completo o paradigma de modelos ao adotar o tão adorado estilo SUV. Porém, não nos podemos esquecer de que o Smart Fortwo, que nos últimos anos evoluiu para 100% elétrico e passou a denominar-se Smart EQ Fortwo, é considerado por muitos “o Rei da cidade”. Com dimensões ultracompactas, tem no seu sistema elétrico uma autonomia de 133 km. Testámos a fórmula na edição Bluedawn que garante detalhes exclusivos ao citadino. Começa a acusar a idade?


Mais:

dimensões, versatilidade, visual

Menos:

autonomia, preço de alguns opcionais

Exterior

8/10

Exterior (8/10) O Smart EQ Fortwo é daqueles carros que tem um exterior rapidamente reconhecível. Com linhas muito características e irreverentes, esta versão Edition Bluedawn diferencia-se pela sua cor mate e vários detalhes a preto como é o caso de lábio dianteiro, grelha, capas dos espelhos, difusor traseiro e o lettering Smart. De um modo geral, esta edição especial confere ao citadino um visual mais desportivo. A unidade em ensaio conta ainda, de série, com as jantes de 16 polegadas criadas pela Brabus.

Interior

7/10

Interior (7/10) Passando para o interior, o Smart é igual a si mesmo, porém, não é tão “claustrofóbico” como o exterior pode indicar. Os dois passageiros têm espaço desafogado tanto para pernas como para cabeça. Isto é acompanhado por vários compartimentos de arrumação distribuídos pelo interior, algo que complementa a pequena bagageira de 260 litros. Relativamente a tecnologia, o Smart EQ Fortwo começa a acusar a idade. O condutor é brindado com um painel de instrumentos analógico com um ecrã central onde são transmitidas as informações necessárias à condução, como é o caso dos consumos. Ao centro o ecrã tátil transmite as informações de um sistema de infotainment com um visual datado e de funcionamento lento quando comparado com alguns rivais. 

Equipamento

7/10

Equipamento (7/10) O Smart EQ Fortwo Edition Bluedawn (edição essa que acrescenta ao preço base 3781€) tem um bom recheio de série onde a lista é composta pela cor exterior “Velvet Blue”, jantes de 16 polegadas, sistema de luzes diurnas LED, brake assist ativo, bancos aquecidos, pack desportivo Brabus, entre outros. A unidade em ensaio apresenta ainda como opcionais o carregador de bordo de 22 kW (809€), Pack Advanced (805€) e pack cabos de carregamento (252 €).

Consumos

6/10

Consumos (6/10) A Smart anuncia um consumo de 14,7 kWh/100 km em circuito misto. Durante o nosso ensaio obtivemos uma média ligeiramente superior de 15,5 kWh/100 km. Percebemos também que, se tiver de realizar alguns quilómetros em IC ou autoestrada pode esperar um aumento substancial deste valor. Apesar de estar em linha com o resto do mercado nos valores de consumos, os 133 km de autonomia anunciada são “curtos” para a realidade atual.

Ao Volante

8/10

Ao volante (8/10) Apesar de tudo, é ao volante que vemos os verdadeiros pontos fortes do Smart EQ Fortwo. Para quem vive em ambiente citadino, é difícil encontrar uma solução tão ágil. As dimensões ultracompactas, aliadas a uma brecagem incrível, ajudam a fazer, por exemplo, inversões de marcha em espaços apertados sem ter de meter a marcha-atrás. Para além disso, a afinação de suspensão firme ajuda a ter uma dinâmica interessante, porém, quando a estrada é degradada os passageiros mais sensíveis poderão sentir um ligeiro desconforto. Fora da cidade o Smart EQ Fortwo sente-se um pouco “como um peixe fora de água”, muito por culpa da autonomia. Este tipo de utilização requer uma maior preocupação com o acelerador.

Motor

7/10

Motor (7/10) O Smart EQ Fortwo Edition Bluedawn não apresenta surpresas face às restantes versões. Ou seja, está equipado com um motor elétrico com 82 cv e 160 Nm de binário. Longe de serem valores desportivos, permitem acelerações dos 0 aos 100 km/h em 11,6 segundos, enquanto a velocidade máxima é limitada a 130 km/h.

Balanço Final

7/10

Balanço Final (7/10) O Fortwo é um modelo que vai deixar saudades. As suas características de citadino são difíceis de encontrar, sendo o seu “primo” Twingo o mais próximo que temos destas dimensões ultracompactas. Apesar de começar a acusar a idade o Smart EQ Fortwo, principalmente nesta Edition Bluedawn, continua a ter um visual apelativo e irreverente. Por fim, o preço do Smart EQ Fortwo começa nos 22 845€, contudo, na versão Bluedawn, o valor sobe para os 26 626€.

Concorrentes

Renault Twingo Electric – motor elétrico com 82 cavalos; 190 quilómetros de autonomia em circuito misto (WLTP); Preço base: 22 845€

Honda e – Motor elétrico com 136 cv; 222 km de autonomia em circuito misto (WLTP); preço base: 36 360€

Ficha Técnica

Motor 

Tipo: elétrico;

Capacidade da bateria (kWh): 17,6

Potência máxima (CV/rpm): 82/nd

Binário máximo (Nm/rpm): 160/nd

Transmissão: automática de 1 velocidade

Direção: Pinhão e cremalheira assistida eletricamente

Suspensão (ft/tr): independente tipo McPherson/eixo rígido

Travões (fr/tr): discos ventilados/tambores

Prestações e consumos 

Aceleração 0-100 km/h (s): 11,6

Velocidade máxima (km/h): 130 km/h

Autonomia: 133 km

Consumos misto (kWh/100 km): 14,7

Emissões CO2 (gr/km): 0

Dimensões e pesos 

Comprimento/Largura/Altura (mm): 2695/1893/1555

Distância entre eixos (mm): 1873

Peso (kg): 1085

Capacidade da bagageira (l): 260

Pneus (fr/tr): 185/50 R16 / 205/45 R16

Preço da versão ensaiada (Euros): 30 720€
Preço da versão base (Euros): 22 845€

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Motor
Balanço final
Ficha técnica

Exterior

Exterior (8/10) O Smart EQ Fortwo é daqueles carros que tem um exterior rapidamente reconhecível. Com linhas muito características e irreverentes, esta versão Edition Bluedawn diferencia-se pela sua cor mate e vários detalhes a preto como é o caso de lábio dianteiro, grelha, capas dos espelhos, difusor traseiro e o lettering Smart. De um modo geral, esta edição especial confere ao citadino um visual mais desportivo. A unidade em ensaio conta ainda, de série, com as jantes de 16 polegadas criadas pela Brabus.

Interior

Interior (7/10) Passando para o interior, o Smart é igual a si mesmo, porém, não é tão “claustrofóbico” como o exterior pode indicar. Os dois passageiros têm espaço desafogado tanto para pernas como para cabeça. Isto é acompanhado por vários compartimentos de arrumação distribuídos pelo interior, algo que complementa a pequena bagageira de 260 litros. Relativamente a tecnologia, o Smart EQ Fortwo começa a acusar a idade. O condutor é brindado com um painel de instrumentos analógico com um ecrã central onde são transmitidas as informações necessárias à condução, como é o caso dos consumos. Ao centro o ecrã tátil transmite as informações de um sistema de infotainment com um visual datado e de funcionamento lento quando comparado com alguns rivais. 

Equipamento

Equipamento (7/10) O Smart EQ Fortwo Edition Bluedawn (edição essa que acrescenta ao preço base 3781€) tem um bom recheio de série onde a lista é composta pela cor exterior “Velvet Blue”, jantes de 16 polegadas, sistema de luzes diurnas LED, brake assist ativo, bancos aquecidos, pack desportivo Brabus, entre outros. A unidade em ensaio apresenta ainda como opcionais o carregador de bordo de 22 kW (809€), Pack Advanced (805€) e pack cabos de carregamento (252 €).

Consumos

Consumos (6/10) A Smart anuncia um consumo de 14,7 kWh/100 km em circuito misto. Durante o nosso ensaio obtivemos uma média ligeiramente superior de 15,5 kWh/100 km. Percebemos também que, se tiver de realizar alguns quilómetros em IC ou autoestrada pode esperar um aumento substancial deste valor. Apesar de estar em linha com o resto do mercado nos valores de consumos, os 133 km de autonomia anunciada são “curtos” para a realidade atual.

Ao volante

Ao volante (8/10) Apesar de tudo, é ao volante que vemos os verdadeiros pontos fortes do Smart EQ Fortwo. Para quem vive em ambiente citadino, é difícil encontrar uma solução tão ágil. As dimensões ultracompactas, aliadas a uma brecagem incrível, ajudam a fazer, por exemplo, inversões de marcha em espaços apertados sem ter de meter a marcha-atrás. Para além disso, a afinação de suspensão firme ajuda a ter uma dinâmica interessante, porém, quando a estrada é degradada os passageiros mais sensíveis poderão sentir um ligeiro desconforto. Fora da cidade o Smart EQ Fortwo sente-se um pouco “como um peixe fora de água”, muito por culpa da autonomia. Este tipo de utilização requer uma maior preocupação com o acelerador.

Concorrentes

Renault Twingo Electric – motor elétrico com 82 cavalos; 190 quilómetros de autonomia em circuito misto (WLTP); Preço base: 22 845€

Honda e – Motor elétrico com 136 cv; 222 km de autonomia em circuito misto (WLTP); preço base: 36 360€

Motor

Motor (7/10) O Smart EQ Fortwo Edition Bluedawn não apresenta surpresas face às restantes versões. Ou seja, está equipado com um motor elétrico com 82 cv e 160 Nm de binário. Longe de serem valores desportivos, permitem acelerações dos 0 aos 100 km/h em 11,6 segundos, enquanto a velocidade máxima é limitada a 130 km/h.

Balanço final

Balanço Final (7/10) O Fortwo é um modelo que vai deixar saudades. As suas características de citadino são difíceis de encontrar, sendo o seu “primo” Twingo o mais próximo que temos destas dimensões ultracompactas. Apesar de começar a acusar a idade o Smart EQ Fortwo, principalmente nesta Edition Bluedawn, continua a ter um visual apelativo e irreverente. Por fim, o preço do Smart EQ Fortwo começa nos 22 845€, contudo, na versão Bluedawn, o valor sobe para os 26 626€.

Ficha técnica

Motor 

Tipo: elétrico;

Capacidade da bateria (kWh): 17,6

Potência máxima (CV/rpm): 82/nd

Binário máximo (Nm/rpm): 160/nd

Transmissão: automática de 1 velocidade

Direção: Pinhão e cremalheira assistida eletricamente

Suspensão (ft/tr): independente tipo McPherson/eixo rígido

Travões (fr/tr): discos ventilados/tambores

Prestações e consumos 

Aceleração 0-100 km/h (s): 11,6

Velocidade máxima (km/h): 130 km/h

Autonomia: 133 km

Consumos misto (kWh/100 km): 14,7

Emissões CO2 (gr/km): 0

Dimensões e pesos 

Comprimento/Largura/Altura (mm): 2695/1893/1555

Distância entre eixos (mm): 1873

Peso (kg): 1085

Capacidade da bagageira (l): 260

Pneus (fr/tr): 185/50 R16 / 205/45 R16

Preço da versão ensaiada (Euros): 30 720€
Preço da versão base (Euros): 22 845€

Preço da versão ensaiada (Euros): 30720€
Preço da versão base (Euros): 22845€