Volkswagen ID.4 1st – Ensaio Teste

By on 31 Maio, 2021

Volkswagen ID.4 1st – Ensaio Teste

Texto: Guilherme André

Elétrico a pensar na família

Depois do ID.3, a Volkswagen apostou no ID.4 para atacar um segmento SUV com uma carroçaria mais familiar. Neste ensaio tivemos a versão 1st, a edição especial de lançamento do modelo alemão, equipado com a bateria de 77 kWh que garante até 520 km de autonomia anunciada. Será este o melhor carro elétrico familiar da atualidade?


Mais:

Espaço no habitáculo, autonomia satisfatória, visual marcante

Menos:

Alguns plásticos duros ao toque

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Motor
Balanço final
Ficha técnica

Exterior

Exterior (8/10) No exterior, o Volkswagen ID.4 tem linhas semelhantes ao seu “irmão mais novo” ID.3 e não tanto como os restantes SUV da marca, numa clara diferenciação entre “família” elétrica e a combustão. De facto, apresenta a mesma linguagem de design dos modelos elétricos, sempre focado nas questões aerodinâmicas, e com uma secção dianteira em tudo idêntica ao ID.3. Porém, ao percorrer a carroçaria vemos as reais diferenças entre os modelos. Em primeiro lugar, destaca-se pelas jantes de 20 polegadas e uma carroçaria tipicamente SUV, bem como, barras de tejadilho e puxadores embutidos na carroçaria. Atrás, os farolins são interligados por uma faixa que atravessa a tampa da mala.

Interior

Interior (8/10) Passando para o interior, também aqui o design é semelhante ao ID.3, ou seja, o condutor tem à sua frente um painel de instrumentos digital de 5,3 polegadas com o manípulo de seleção de velocidade e, ao centro, um ecrã tátil onde são transmitidas as informações do mais recente sistema de infotainment da marca. A construção aparenta ser boa, mas de referir a utilização de plásticos duros ao toque, algo comum na marca alemã.

No entanto, é mesmo no espaço e sentido prático que o ID.4 tem um dos seus pontos mais fortes. Na primeira fila, tanto condutor como passageiro têm espaço desafogado e vários compartimentos de arrumação, enquanto atrás o espaço é, igualmente abundante. É talvez uma das poucas propostas que é capaz de transportar efetivamente três passageiros com conforto, dado esse apoiado pelo fantástico espaço para pernas. Tudo isto é acompanhado por uma bagageira com 543 litros, expansível até aos 1575 litros com os bancos traseiros rebatidos.

Equipamento

Equipamento (8/10) Relativamente a equipamento, a unidade em ensaio conta com o nível “1st”, a edição especial de lançamento do Volkswagen ID.4. De série, esta versão conta de série com jantes de 20 polegadas, pacote exterior e interior Style, regulação de luz automática, sistema de navegação Discover Pro, função de travagem em cruzamentos e entroncamentos com assistente de desvio, câmara de estacionamento traseira, ACC, sensor de chuva e cabos de carregamento Mode 2. Esta edição já não está disponível no configurador da marca, mas tendo em conta o preço e argumentos do ID.4 1st, o nível mais semelhante é o Life.

Consumos

Consumos (8/10) A Volkswagen anuncia um consumo combinado de 17,2 kWh. Durante o nosso ensaio não ficamos muito longe deste valor: 18 kWh em trajeto combinado. Tendo em conta as dimensões do conjunto e o peso, é um valor bastante interessante. De referir ainda que a Volkswagen tem uma autonomia anunciada que varia entre os 360 e os 520 km, mediante o tipo de percurso realizado.

Ao volante

Ao volante (7/10) Ao entrarmos para o lugar do condutor, rapidamente percebemos que estamos num verdadeiro SUV com a posição de condução alta a conferir uma boa visibilidade para a estrada. Apesar de ser um SUV de cariz familiar, a Volkswagen adotou uma afinação de suspensão firme que, para os mais sensíveis, pode até ser em demasia, principalmente ao passar em ruas mais degradadas. Por outro lado, confere uma dinâmica satisfatória para um SUV com mais de duas toneladas, mas longe de ser um desportivo. Nesse ponto, temos de esperar pelo GTX, a nova sigla dedicada a carros elétricos de performance. Quando saímos do ambiente citadino, o ID.4 tem autonomia suficiente para fazer viagens com distâncias consideráveis. Em autoestrada, mantém a velocidade máxima permitida sem grandes dificuldades e, no que diz respeito a insonorização, denotamos um ligeiro ruído de rolamento muito por culpa dos enormes pneus 235/50 R20 à frente e 255/45 R20 atrás.

Concorrentes

Tesla Model X Long Range – Potência: 670 cv; autonomia: 580 km; aceleração: 3,9 segundos; preço base: 99 990€

Ford Mustang Mach-e – Potência: 269 cv; autonomia: 440 km; aceleração: 6,1 segundos; preço base: 49 901€

Skoda Enyaq iV 80 – Potência: 204 cv; autonomia: 536 km; aceleração: 8,5 segundos; preço base: 46 440€

Skoda Enyaq Sportline iV, o SUV elétrico com imagem desportiva

Kia EV6 GT-Line – Potência: 229 cv; autonomia: 510 km; aceleração: n.d.; preço base: 49 950€

Motor

Motor (8/10) O Volkswagen ID.4 em ensaio está equipado com um motor elétrico que debita 204 cv e 310 Nm de binário. Apesar de oferecer a mesma potência do ID.3, que marcou presença no Automais, a aceleração no ID.4 não é tão enérgica. Contudo, é uma consequência natural do peso superior do conjunto. Ainda assim, “chega para as encomendas” numa utilização diária, mesmo em viagens com todos os lugares ocupados. Destaque ainda para aceleração dos 0 aos 100 km/h que é feita em 8,5 segundos.

Balanço final

Balanço final (8/10) Em suma, o Volkswagen ID.4 é um verdadeiro carro elétrico dedicado à família. Com espaço para cinco passageiros, potência mais do que suficiente para fugir ao trânsito na cidade e autonomia que acalma os mais céticos a carros elétricos, o SUV da marca alemã é uma das melhores propostas do segmento em que está inserido. Pode não ter uma aceleração tão acutilante como a do Model X, mas também custa metade da proposta norte-americana. 

Ficha técnica

Motor 

Tipo: elétrico

Capacidade da bateria (kWh): 77 kW (capacidade útil)

Potência máxima (CV/rpm): 204/nd

Binário máximo (Nm/rpm): 310/nd

Transmissão: automática de 1 velocidade

Direção: Pinhão e cremalheira assistida eletricamente

Suspensão (ft/tr): independente tipo McPherson/ paralelogramo deformável

Travões (fr/tr): discos ventilados/ tambores 

Prestações e consumos 

Aceleração 0-100 km/h (s): 8,5

Velocidade máxima (km/h): 160

Autonomia anunciada (km): 520

Consumos misto (kWh/100 km): 17,2

Emissões CO2 (gr/km): 0 

Dimensões e pesos 

Comprimento/Largura/Altura (mm): 4584/1852/1640

Distância entre eixos (mm): 2771

Peso (kg): 2124

Capacidade da bagageira (l): 543

Pneus (fr/tr): 235/50 R20 – 255/45 R20 atrás.

Preço da versão ensaiada (Euros): 47124€
Preço da versão base (Euros): 45162€