Ensaio: Mercedes C220d Cabrio

By on 9 Março, 2017

O Mercedes C220d Cabrio é uma versão descapotável baseada no coupé Classe C, e um novo modelo que respira muita elegância. A ideia de que os descapotáveis são carros de Verão há muito que não corresponde à realidade e hoje mais que nunca a Mercedes conjuga a modernidade com um toque jovem, como se comprova com este C220. A qualidade e os acabamentos do classe C Cabrio são premium, o tablier, painel de instrumentos e a consola são iguais ao dos outros classe C. Os 4 bancos são confortáveis e há espaço mesmo para quem se senta atrás. Nota ainda para os sistemas de assistência à condução e para o moderno sistema de info entretenimento. A mala tem 285 litros com a capota em baixo e 365 litros com ela levantada. Os bancos traseiros são rebatíveis, aumentando a capacidade para transportar objetos de maiores dimensões. A dianteira é caracterizada pela grelha diamante, faróis LED High Performance, capot comprido e uma elevada linha de cintura. Já a traseira, revela o carácter desportivo sobressaindo os farolins LED planos.

A suspensão de série rebaixada em 15 milímetros comparativamente à berlina e as jantes de 17 polegadas ajudam a consolidar um ar jovem e dinâmico deste Cabrio. O cabriolet está disponível, na versão básica, com capota de lona clássica totalmente automática e acabamento em cor preta, estando ainda disponível como opção uma capota multi-camada com isolamento acústico e acabamento em castanho-escuro, azul-escuro, vermelho escuro ou preto.

A capota multi-camada permite reduzir significativamente a transmissão de ruído a partir do exterior e pode ser aberta e fechada em menos de 20 segundos até aos 50 km/h. Viajar neste C220 é um prazer, mesmo em dias de inverno mais cinzentos em que não temos chuva já que podemos tirar partido de circular com a capota aberta e onde podemos aproveitar-nos do Aircap (uma opção obrigatória) é um sistema composto por um deflector sobre o pára-brisas e outro atrás dos bancos traseiros, criando um casulo no habitáculo que reduz a turbulência do vento e mantém a temperatura constante. Outro opcional é o Airscarf (aquecimento da nuca). Com estes dois sistemas (em particular, o Aircap), o classe C Cabrio é um carro para todas as estações.

Em relação ao motor a versão testada foi a de quatro cilindros de 170 cv de potência, que tal como as restantes versões a diesel estão equipados com tecnologia ecológica SCR (Catalisador de Redução Seletiva) para o pós-tratamento dos gases de escape. A nova caixa de velocidades automática 9G-Tronic é suave nas passagens de caixa e ajuda ao ’divertimento’ da condução quando carregamos no acelerador.
QUER SABER MAIS SOBRE ESTE AUTOMÓVEL?
Clique AQUI e aceda à mais completa informação que a marca tem sobre este modelo

[ninja_forms_modal_form id=9 image_link=’http://www.autosport.pt/wp-content/uploads/2016/10/botoes_1_auto.jpg’]
[ninja_forms_modal_form id=5 image_link=’http://www.autosport.pt/wp-content/uploads/2016/10/botoes_2_auto.jpg’]

Ficha técnica

Motor 4 cilindros em linha, 2143 cm3; Turbo Diesel, Injeção direta Common Rail, Intercooler; Potência 170 cv 3000-4200 rpm; Binário 400 Nm/1400-2800 rpm; Transmissão Traseira, Caixa Automática 9 Velocidades; Travagem Disco ventilados à frente e Disco atrás; Velocidade máxima 231 km/h; Aceleração 0-100 km/h 8,3s; Consumo médio 4,5 l/100 km, consumo Autosport 5,3l/100 Km; Peso 1735 Kg; Depósito:41; Mala 360 litros, 285 litros com capota recolhida; Emissões de CO2 116 gr/km

Deixe um comentário

Please Login to comment