Ensaio: Opel Astra 1.6 CDTI Innovation 110 cv

By on 8 Janeiro, 2016

É cíclico. Em todos os segmentos estão sempre a surgir carros novos que elevam a fasquia face aos que já lá estão, da sua e de outras marcas. O plantel está em constante ‘renovação’. Por vezes há marcas que desenvolvem automóveis que têm tudo para permanecer no topo mais tempo que o normal. Parece ser o caso deste novo Opel Astra, que surge com um conjunto de fortes argumentos que lhe elevam claramente o nível, possibilitando-o de lutar num ‘campeonato’ onde até aqui só esteve a espaços. O mercado o dirá, mas é claramente essa a sensação com que fiquei após conduzi-lo. Esteticamente este é o Astra mais refinado de sempre, está bonito como nunca, mas há outros atributos deste novo modelo com uma importância bem maior. A dinâmica da condução alterou-se para melhor, fruto da forte redução de peso do carro – que em toda a gama oscila entre os 120 e os 200 Kg – tem bem mais espaço no interior, mesmo tendo ficado 5 cm mais pequeno e 25 mm mais baixo. Os passageiros ganharam 35 mm para as pernas e o condutor 22 mm na altura. Há outro detalhe fabuloso, o sistema de iluminação com faróis de matriz de LED IntelliLux, com estes a possibilitarem uma iluminação absolutamente fabulosa. Realizo normalmente um percurso pela sombria estrada de Queluz, completamente tapada por árvores em parte do percurso, onde a escuridão se acentua e mesmo com muito tráfego é possível ir de máximos sempre ligados, com o sistema a não encandear os outros condutores desligando seletivamente ‘leds’, mantendo a visibilidade acentuada. Outra grande inovação é o sistema Opel On Star, um assistente pessoal 24 Horas por dia que, por exemplo, em caso de colisão, estabelece imediatamente uma ligação com o condutor e avalia a situação podendo mesmo despoletar serviços de emergência. O Astra funciona como Hotspot Wi-Fi podendo ligar até sete dispositivos, smartphones, tablets, etc. Faz diagnóstico do veículo, permite descarregar destinos de navegação e também dá assistência em caso de roubo. E até existe uma antena para ligação à internet 4G. Estes são dois argumentos muito fortes, mas é na dinâmica do carro que existem grandes ganhos. A cura de emagrecimento que foi alvo este novo Astra faz-se notar claramente na agilidade do carro, já que esta versão ensaiada, com um motor 1.6 CDTI de 110 cv surge com um bloco que já era conhecido, mas agora entregando ao Astra uma desenvoltura que não foi vista, por exemplo, na versão anterior. O carro é muito
direto e apesar do motor não ser um portento de linearidade, é desenvolto q.b. e muito apetecível para estradas mais sinuosas.

MATEMÁTICA SIMPLES
Confesso que não fui exaustivo, mas os momentos que tirei para ‘apertar’ com o Astra em estradas bem sinuosas notei um rolamento de carroçaria pouco evidente e fiquei com a sensação de que poderia ir um bom bocado mais além. A matemática aqui é simples, não é preciso mais potência quando há menos peso para locomover. A direção é boa, dá bom feedback da estrada sem ser pesada. Com tudo isto, os consumos desta versão quedam-se por valores abaixo dos 5l/100 Km sem que se tenha grande cuidado na condução. O conforto não é soberbo, mas é muito elevado, ainda que os bancos da frente pudessem ser um pouco menos rijos. Sobre a posição de condução, nada a apontar. O espaço habitável na traseira é muito interessante para um carro deste tamanho. No habitáculo os materiais parecem claramente de bom nível e a conectividade proporcionada pelo sistema Intelilink é muito interessante, sendo simples a integração com o meu smarthphone Android. Outro destaque, especialmente nesta versão de topo, passa pelo nível de equipamento, tão extenso que é melhor consultar o site da marca alemã. Em resumo, a nova geração do Opel Astra é uma grande evolução face ao anterior, em todos os aspetos, segurança incluída. Esta versão 1.6 CDTI Innovation (110 cv) custa de base 27 470€, o que não é propriamente um valor baixo, mas o valor ajusta-se ao equipamento, pouco visto em carros deste segmento.

OPEL ASTRA
Preço €27 470

Motor: 4 cil., inj.direta, Diesel, common rail, turbo 1598 cm3
Potência 110 cv/3500 rpm
Binário 300 N.m/1750-2000 rpm
Transmissão Dianteira, cx. Manual de 6 vel.
Suspensão: Indep. McPherson à frente e eixo de torção atrás Travagem DV/D
Peso: 1350 kg
Mala: 370 litros
Depósito: 48 litros
Velocidade máxima: 195 km/h
Aceleração 0 a 100 km/h: 11,0s segundos
Consumo médio 3,5 l/100 km
Consumo médio AutoSport: 5,4 l/100 km
Emissões CO2: 93 g/km’

QUER SABER MAIS SOBRE ESTE AUTOMÓVEL?
Se pretender saber mais informação sobre este automóvel, clique no link AQUI, e aceda à mais completa informação que a marca tem sobre este modelo. 

Deixe um comentário

Please Login to comment