Ensaio – Skoda Octavia Break 2.0 TDi 184 cv RS DSG

By on 21 Novembro, 2016

Não são muitos os automóveis passíveis de contentar a esposa, que pretende um carro ‘bonito’ e espaçoso para as crianças, e o marido, que gosta de acelerar. O Skoda Octavia Break 2.0 TDI é um deles…

O melhor de dois mundos. Não há nada que falte para uma família neste Skoda Octavia Break RS 2.0 TDI, num carro em que não costuma ser consensual na estética, mas cuja análise do detalhe não nos permite encontrar grandes defeitos. Sem ser fantástica a qualquer nível, nem de perto é má em nada. Apesar do restyling estético não ser totalmente evidente, notam-se novos grupos óticos e para-choques, que lhe dão um ‘look’ bem mais acutilante.

De resto, é o que já se sabe do modelo, muito espaço, que aumentou ainda mais nos lugares traseiros, um habitáculo que não tem nada de excitante, mas onde nada falta, está tudo nos devidos lugares e é agradável de estar. E uma bagageira, que já era enorme, mas que também cresceu.

Isto são as aptidões familiares, mas para a ‘Senhora’ se houver espaço e conforto o resto já não interessa muito, mas para o ‘Senhor’ o ‘resto’ é tudo e muito mais. Basicamente, este é um automóvel que compramos porque precisamos de dar prioridade ao espaço, mas não queremos prescindir de boas prestações na estrada. Por acaso, muito boas…

O que verdadeiramente interessa nesta Skoda Octavia Break 2.0 TDI 184 cv RS DSG é a sua faceta ‘Dr. Jekyll’ e ‘Mr. Hyde’. O simples facto de ter as letras ‘RS’  transforma a dócil Octavia Break num automóvel bem mais irreverente, algo que se perceciona logo com as jantes negras de 19 polegadas integradas no Pack RS Extreme. O vermelho ‘Ferrari’ faz o resto. O motor 2.0 TDI de 184 cv já é conhecido doutros carros do grupo, mas nesta Skoda RS dá ao carro um vigor muito interessante.

Há outro detalhe que é muito importante nesta carrinha, o Dynamic Chassis control, uma opção que ronda os 1.000€, mas que permite ter amortecimento variável, e aí sim, o melhor de dois mundos, pois com a variação na passagem de óleo nos amortecedores, tanto guiamos um automóvel muito confortável, como de repente temos nas mãos um ‘desportivo’ que nos permite um prazer de condução bem mais elevado, pois os 184 cv do motor 2.0 TDI aliados à caixa automática DSG de seis velocidades permite uma desenvoltura muito interessante ao conjunto. Os modos de condução são cinco e as diferenças entre eles são substanciais.

No modo mais ‘suave’, se não abusarmos do acelerador, é bem possível manter os consumos por volta dos 6 l/100 km, mas no modo Sport o prazer de condução não o permite, pois a firmeza da direção e suspensão dão uma confiança enorme e aí salta cá para fora o desportivo camuflado que temos nas mãos. No entanto, a Octavia Break RS é fácil de conduzir e acima de tudo muito ágil e eficaz. Há também um detalhe muito interessante no Dynamic Chassis Control, que passa pelo facto de contribuir para a segurança, pois, se necessário passa do modo Comfort para Sport se deteta situações complicadas , proporcionado de imediato mais estabilidade, melhor aderência e distâncias de travagem menores.

Esta Skoda surge com um preço base depois de impostos de 42.482,8 €, mas o equipamento opcional desta versão ensaiada acrescenta-lhe mais 5.200€, incluindo-se no pacote, entre outros, o Dynamic Chassis Control, que inclui o Performance Mode Select, o Pack RS Xtreme (jantes Xtreme 19″), o Parking Assistant, Bluetooth com voice control, Wi-Fi, carregamento de smartphones por indução, Traveller Assistant, reconhecimento dos sinais de trânsito, sistema de navegação Columbus e o Lane Assistant – manutenção da viatura na faixa de rodagem. Acrescenta um valor significativo, mas vale a pena.

FICHA TÉCNICA

Motor: 4 cil. em linha, inj. direta common-rail, turbo, Intercooler, 1968 cm3

Potência: 184cv/3500-4000 rpm

Binário: 380 Nm/1750-3000 rpm

Transmissão: Dianteira, Auto DSG de 6 velocidades

Suspensão: Independente Tipo McPherson à frente e eixo multibraços atrás

Travagem: DV/D

Velocidade máxima: 228 km/h

Aceleração 0 a 100 km/h: 8,0s

Peso: 1487 Kg

Depósito: 50 litros

Mala: 610-1740

Consumo médio: 4,8l/100 km

Consumo médio AutoSport: 6,4l/100 km

Emissões CO2: 126 g/km

[ninja_forms_modal_form id=9 image_link=’http://www.autosport.pt/wp-content/uploads/2016/10/botoes_1_auto.jpg’]
[ninja_forms_modal_form id=5 image_link=’http://www.autosport.pt/wp-content/uploads/2016/10/botoes_2_auto.jpg’]

QUER SABER MAIS SOBRE ESTE AUTOMÓVEL?
Clique AQUI e aceda à mais completa informação que a marca tem sobre este modelo