Ford Kuga 2.0 EcoBlue MHEV – Ensaio Teste

By on 21 Abril, 2021

Ford Kuga 2.0 EcoBlue MHEV – Ensaio Teste

Texto: Guilherme André

Diesel ainda faz sentido?

O Ford Kuga é o quarto modelo mais vendido da marca da oval azul em solo português no início deste ano, contudo, tem uma representatividade bastante inferior quando comparado com o Puma, Focus e Fiesta. Atualmente na terceira geração, apresenta-se como um dos modelos da marca com a gama de motorizações mais completa: motores puros a gasolina e Diesel, mild hybrid e híbrido plug-in. Neste ensaio fomos conhecer o Ford Kuga 2.0 EcoBlue MHEV, a solução híbrida plug-in de 48V, que garante consumos e emissões CO2 mais contidas face às motorizações a combustão puras. Ainda faz sentido ter um carro a gasóleo?


Mais:

Consumos; condução; espaço no habitáculo

Menos:

Design interior demasiado sóbrio

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Motor
Balanço final
Ficha técnica

Exterior

Exterior (7/10) No exterior, o Ford Kuga apresenta uma estética semelhante aos restantes modelos da gama. O SUV adota uma imagem urbana e simples com destaque para a a típica grelha da Ford, enquanto na traseira encontramos o nome Kuga ao longo da tampa da bagageira, acompanhado por farolins LED. De um modo geral, é um SUV discreto, mas que rapidamente se percebe que é um modelo da casa norte-americana.

Interior

Interior (7/10) No interior, o Ford Kuga tem argumentos suficientes para seduzir as famílias portuguesas que procuram um SUV destas dimensões ao ter um dos habitáculos mais amplos do segmento. Na segunda fila de bancos encontramos um túnel central pouco intrusivo. Destaque ainda para os bancos deslizantes que permitem melhorar o espaço no habitáculo ou o da bagageira, conforme a posição dos mesmos, um detalhe que faz toda a diferença na versatilidade do SUV. Por falar em bagageira, esta garante entre 475 e 645 litros mediante o deslizamento dos bancos.

O Ford Kuga tem uma montagem satisfatória acompanhada por um misto de plásticos duros e suaves ao toque. O tablier apresenta um design semelhante ao Ford Focus, ou seja, recebe um painel de instrumentos que conjuga o digital com o analógico, ladeado pro um ecrã central de oito polegadas com o sistema de infotainment SYNC 3. O design do habitáculo é talvez o ponto menos positivo do Kuga, visto que não é tão apelativo como outras soluções do segmento, como é o caso do Peugeot 3008.

Equipamento

Equipamento (8/10) No capítulo do equipamento, o Ford Kuga em ensaio tem o nível Titanium, o mais acessível do modelo. No entanto, isso não significa que está mal equipado, bem pelo contrário. Na lista de série encontramos coisas como jantes de 17 polegadas, espelhos elétricos, farolins LED, sistema auxiliar de estacionamento dianteiro e traseiro, ecrã central de 8 polegadas com navegação, ar condicionado automático, bancos traseiros deslizantes e rebatíveis, entre outros. De referir que a unidade em ensaio conta ainda com os opcionais teto panorâmico (1240€), abertua e fecho de bagageira mãos livres (496€), vidros escurecidos (145€), Pack Teck (1240€), Pack Segurança (992€), Pack Winter (455€).

Consumos

Consumos (8/10) É nos consumos que o Ford Kuga 2.0 EcoBlue MHEV tem um dos seus pontos mais fortes. Durante o nosso ensaio conseguimos uma média de 5,6 l/100km, valor não muito distante dos 5.0 l/100 km anunciados pela marca.

Ao volante

Ao volante (8/10) Ao volante, um dos melhores elogios que podemos fazer ao Kuga é que estamos perante um verdadeiro Ford. A marca da oval azul é conhecida por ter alguns dos carros mais interessantes no capítulo dinâmico e o Kuga não é exceção ao recorrer à mesma plataforma do Focus. Apesar da afinação de suspensão ser mais suave do que no compacto, algo que favorece o conforto dos ocupantes, não existe um adornar de carroçaria excessivo. Em autoestrada, o Kuga é um carro estável e seguro e com uma insonorização satisfatória.  

Concorrentes

Hyundai Tucson 1.6 CRDi 48V – Motor: quatro cilindros, Diesel + sistema híbrido; potência: 136 cv; consumo combinado: 5,3 l/100 km; preço base: 36 105€

Seat Ateca 2.0 TDI – Motor: quatro cilindros, Diesel; potência: 150 cv; consumo combinado: 4,9 l/100 km; Preço base: 40 425€

Peugeot 3008 1.2 Puretech – Motor: quatro cilindros, gasolina; potência: 130 cv; consumo combinado: 6,2 l/100 km; preço base: 29 450€

Renault Kadjar TCe 140 – Motor: quatro cilindros, gasolina; potência: 140 cv; consumo combinado: 6,1 l/100 km; preço base: 29 800€

Motor

Motor (8/10) Debaixo do capot do Ford Kuga encontramos o motor quatro cilindros Diesel, associado a um sistema mild hybrid de 48V, que debita 150 cv e 370 Nm de binário. Com estes valores é possível acelerar dos 0 aos 100 km/h em 9,6 segundos e atingir uma velocidade máxima de 194 km/h. Durante o nosso ensaio esta motorização revelou uma resposta enérgica ao pisar do acelerador desde baixa rotação, uma das características mais adoradas das motorizações Diesel. Os 150 cv são mais do que suficientes para impulsionar os mais de 1600 kg do Kuga. Destaque ainda para a caixa manual de seis velocidades precisa e fácil de utilizar.

Balanço final

Balanço final (8/10) Em suma, o Ford Kuga é uma das boas soluções para quem procura um SUV com espaço para toda a família e, para além disso, é uma das poucas variantes Diesel que ainda fazem parte da gama dos SUV de segmento C. Nesta variante com o motor 2.0 EcoBlue MHEV temos um carro com consumos contidos associados a uma condução equilibrada, mas com um preço algo elevado quando comparado com soluções semelhantes.

Ficha técnica

Motor                                                                            

Tipo: 4 cilindros em linha, turbo, Diesel + sistema mild hybrid de 48V

Cilindrada (cm3): 1995

Diâmetro x Curso (mm): 84 x 90

Taxa de Compressão: 15,8 a 1

Potência máxima (CV/rpm): 150/3500

Binário máximo (Nm/rpm): 370/2000-2500

Tração: dianteira

Transmissão: manual de 6 velocidades

Direção: Pinhão e cremalheira, assistida eletricamente

Suspensão (ft/tr): independente tipo McPherson / barra de torção

Travões (fr/tr): discos ventilados / discos

Prestações e consumos 

Aceleração 0-100 km/h (s): 9,6

Velocidade máxima (km/h): 194

Consumos misto (l/100 km): 4,9

Emissões CO2 (gr/km): 128

Dimensões e pesos 

Comprimento/Largura/Altura (mm): 4614/1883/1661

Distância entre eixos (mm): 2710

Largura de vias (fr/tr mm): 1597/1588

Peso (kg): 1680

Capacidade da bagageira (l): 475-645

Deposito de combustível (l): 54

Pneus (fr/tr): 215/65 R17

Preço da versão ensaiada (Euros): 45246€
Preço da versão base (Euros): 40215€