Kia Ceed Sportwagon PHEV – Ensaio Teste

By on 7 Maio, 2020

Kia Ceed Sportwagon PHEV

Texto: José Manuel Costa ([email protected])

Uma excelente proposta

A gama Ceed amadureceu muito com a mais recente geração e está chegada a hora de entrar na dança da eletrificação, com a Kia a mostrar os músculos ao segmento com um sistema híbrido de carregamento externo (Plug In) que impressiona. Enfim, a Kia continua a mostrar qualidades e apesar de custar mais de 41 mil euros, este Ceed SW PHEV oferece um equipamento absolutamente completo com alguns detalhes dignos do segmento superior. Esta é a primeira carrinha do segmento om este tipo de motorização e se pensarmos em carros como o Kia Niro ou o Hyundai Kauai, esta carrinha Ceed tem tudo para ser uma boa surpresa e este ensaio vem clarificar tudo.

Conheça todas as versões e motorizações AQUI.


Mais:

Mecânica, Consumos, Habitabilidade

 

 

Menos:

Preço

Exterior
Interior
Equipamento
Consumos
Ao volante
Concorrentes
Motor
Balanço final
Ficha técnica

Exterior

Pontuação 7/10

Não há novidades neste particular, com um desenho inspirado que não sendo capaz de ganhar concursos de elegância como sucede com o Proceed, é atraente e equilibrado. A qualidade começa a perceber-se na carroçaria e a versão Plug In adiciona, apenas, a portinhola onde está a ficha para recarregar a bateria colocada no guarda lamas dianteiro do lado esquerdo. Bom, há mais duas diferenças: o para choques dianteiro do GT Line e a grelha fechada.

Abro aqui um parêntesis para lhe explicar, caso não saiba ainda, quais as benesses fiscais de que usufrui por comprar um automóvel híbrido.

No que toca ao IVA, há a possibilidade de dedução de 100% do IVA incorrido com a aquisição ou locação de viaturas híbridas plug in (quando o custo de aquisição não ultrapasse os 50.000€, o que é o caso deste Ceed SW PHEV. Por outro lado, há a possibilidade de dedução de 100% do IVA respeitante à aquisição de eletricidade para carregamento de viaturas elétrica. Estas duas medidas servem as empresas, claro.

Por outro lado, em termos de IUC e ISV, os veículos híbridos Plug In pagam 25% do ISV que resultar da aplicação das taxas normais do imposto e há uma redução do IUC a pagar no caso de veículos híbridos Plug In por via da aplicação de um escalão de emissões de CO2 inferior

Finalmente, em relação ao IRC, as viaturas híbridas Plug in beneficiam de uma redução das taxas de tributação autónoma (variando a redução em função do escalão / valor de aquisição da viatura): custo de aquisição até 27.499€, pagam uma taxa TA de 5%;  custo de aquisição entre 27.500€ a 34.999€, pagam uma taxa TA de 10%; custo de aquisição igual ou superior a 35.500€, pagam uma taxa TA de 17,5%.

Interior

Pontuação 8/10

Nenhuma novidade, também, por aqui. Com 4,6 metros de comprimento, o Ceed SW não é propriamente um carro compacto e o interior reflete isso com amplo espaço disponível. A bagageira também é generosa oscilando entre os 457 e os 1506 litros. Mas foi mesmo aqui que o sistema híbrido veio alterar as coisas. Contas feitas, são menos 188 litros para alojar a bateria que pesa 117 kgs. Mas acaba por ser um sacrifício aceitável. Dizer que a qualidade é elevada e impressiona, o equipamento muito completo e tudo funciona sem grandes problemas ou de forma pouco intuitiva.

Equipamento

Pontuação 9/10  

A versão Drive é a única disponível com mecânica híbrida Plug In, está ricamente equipada e tem como único opcional a pintura metalizada. Tudo o resto que possa imaginar é oferecido de série, o que se compreende num carro que custa mais de 41 mil euros. A dotação de equipamento de segurança e de ajudas à condução é ampla. Sensores de chuva e luz, ar condicionado automático e acesso e arranque mãos livres, sistema de info entretenimento com ecrã de 8 polegadas e computador de bordo, cruise control e sistema de alerta do condutor, faróis de nevoeiro e alerta de colisão frontal, máximos automáticos e assistente de manutenção na faixa de rodagem. Enfim, a lista é longa, mas fica o registo para um equipamento verdadeiramente impressionante.

Consumos

Pontuação 9/10

Claro que não consegui chegar aos 1,3 litros homologados pela Kia, mas usando o sistema híbrido da forma correta consegui ficar com uma média no ensaio de 3,2 litros. Quando a carga da bateria acabou e sem preocupações em termos de andamento, o valor final ficou nos 4 litros. Excelente! A autonomia em modo elétrico é de 60 km e com algum cuidado é possível chegar a esse valor que, sem preocupação, é impossível de tocar. Porém, é possível fazer a deslocação pendular casa-trabalho-casa sem que o motor térmico entre em ação, mas com muito cuidado com o acelerador e forçando o modo EV, aproveitar o terreno para recuperar a energia cinética da travagem e da desaceleração.

Ao volante

Pontuação 8/10

As capacidades do chassis da carrinha Ceed parecem exageradas e por isso não vale a pena optar pelo modo Sport, ganha pouco e consome mais. A carrinha Ceed promove, e bem, um estilo de condução relaxado e no modo elétrico, limitado a 120 km/h, é mesmo essa a atitude. Mesmo que o carro não tenha défice de potência. Mas não é especialmente rápido e por isso a melhor atitude é desfrutar do frugal consumo, do conforto e da qualidade do Ceed SW. É certo que o chassis do Ceed SW é excelente e a capacidade em curva é muito superior às exigências da mecânica, destacando a direção direta e uma sensibilidade rara no segmento. É um carro silencioso, espaçoso, um verdadeiro familiar que dá prazer de conduzir e com um conforto que nas longas viagens é uma mais valia.

Concorrentes

O Kia Ceed SW PHEV não tem rivais neste momento

Motor

Pontuação 8/10

A cadeia cinemática é composta por um sistema híbrido paralelo com um motor de quatro cilindros com 1.6 litros atmosférico a debitar 105 CV e um motor elétrico síncrono permanente com 61 CV. Contas feitas, são um total de 141 CV e 265 Nm. Com a bateria de 8,9 kWh, chega ao 60 km de autonomia. Precisa de 5 horas para recarregar numa tomada convencional. O motor elétrico não é especial potente, mas ajuda muito em cidade e quando é preciso andar um pouco mais depressa.

Balanço final

Pontuação 8/10

Por enquanto esta é a única carrinha híbrida Plug In proposta no segmento e a Kia joga uma carta forte com este avanço, ainda por cima com propostas de preços muito interessantes: 36.090 euros com campanha (preço é de 41.158 euros) e 27.490 euros mais IVA para as empresas. Os mais agressivos ao volante ou aqueles que fazem muitos quilómetros, provavelmente vão desejar o turbodiesel e a gama Ceed tem essa possibilidade de escolha. Porém, face aos preços, face ao desconto e às benesses fiscais oferecidas a um modelo Plug In como o Ceed SW PHEV, esta é uma escolha acertada antes que chegue o XCeed, o elegante e musculado crossover da gama Ceed. A qualidade, o equipamento e a suavidade de funcionamento, permitem-me dizer que esta é uma proposta que deveria estar no topo da sua lista de compras.

Ficha técnica

Motor

Tipo: 4 cilindros Kappa com injeção direta; motor elétrico síncrono permanente

Cilindrada (cm3): 1580

Diâmetro x Curso (mm): 72 x 97

Taxa de Compressão: nd

Potência máxima (CV/rpm): 105/5700

Binário máximo (Nm/rpm): 147/4000

Motor elétrico

Potência máxima (CV/rpm): 61/2300 – 3300

Binário máximo (Nm/rpm): 170/0 – 2330

Combinado

Potência total (CV/rpm): 141/6000

Binário total (Nm/rpm): 265/2330

Transmissão: dianteira com caixa automática dupla embraiagem de 6 velocidades

Direção: Pinhão e cremalheira assistida eletricamente

Suspensão (ft/tr): independente, tipo McPherson/eixo multibraços

Travões (fr/tr): Discos ventilados/discos

Prestações e consumos

Aceleração 0-100 km/h (s): 10,8

Velocidade máxima (km/h): 171

Consumos misto (l/100 km): 1,3

Consumo elétrico misto (kWh/100 km): 13,9

Autonomia elétrica (km): 60 (vel.máx. 120 km/h)

Emissões CO2 (gr/km): 29

Dimensões e pesos

Comprimento/Largura/Altura (mm): 4605/1800/1465

Distância entre eixos (mm): 2650

Largura de vias (fr/tr mm): nd

Peso (kg): 1533

Capacidade da bagageira (l): 437

Deposito de combustível (l): 50

Pneus (fr/tr): 205/55 R16

Preço da versão base com campanha: 36.090 euros.

Preço da versão base para empresas (sem IVA): 27.4790 euros

Preço da versão ensaiada (Euros): 41158€
Preço da versão base (Euros): 41158€